Busca Poesia:

Adair de Freitas - ETERNA RONDA

Adão Bernardes - CONCLUSÕES DE UM DECIMISTA SOLITÁRIO

Adão Carrazzoni de Jesus - SAUDADE DA QUERÊNCIA

AdĂŁo Carrazzoni de Jesus - SOU TERRA DO RIO GRANDE

Adão Quevedo da Silva Filho - A AVÓ DE TODAS AS SANTAS

Adenir Paz da Silva - AMIGOS ETERNOS

Adenir Paz da Silva - CONTADOR DE CAUSOS - REVOLUÇÃO

Adenir Paz da Silva - CRIA DE BAGÉ

Adenir Paz da Silva - DESGARRADO

Adenir Paz da Silva - ENTREVERO

Adenir Paz da Silva - GAÚCHO FARRAPO

Adenir Paz da Silva - MEU PIÁ

Adenir Paz da Silva - TRIBUTO AO PAYADOR

Adilza Laydner de Castro - COLCHA DE RETALHOS

Adilza Laydner de Castro - O SALGUEIRO

Adriano Medeiros - UM PALIMPSESTO PARA OS QUE FICARAM

Aecio Kauffmann - E EU ACREDITEI

Aecio Kauffmann - GUARDANDO OS BADULAQUES

Aecio Kauffmann - INVEJA

Aecio Kauffmann - RASCUNHANDO A TROVA - 1

Aecio Kauffmann - RASCUNHANDO A TROVA - 2

Aecio Kauffmann - RASCUNHANDO A TROVA - 3

Aecio Kauffmann - REZA FORTE

Aecio Kauffmann - TAPERA

Aecio Kauffmann - TERCEIRA IDADE

Aecio Kauffmann - ÚLTIMOS MATES

Alan Ottoredu - CAMPONÊS

Alan Ottoredu - DOS SEGREDOS QUE HABITAM OS TELHADOS ANTIGOS

Alan Ottoredu - PRANTO Y DESPEDIDA DE UM AVÔ CAUDILHO

Albeni Carmo de Oliveira - A AGONIA DE UM RIO

Albeni Carmo de Oliveira - ACAMPAMENTO GAÚCHO

Albeni Carmo de Oliveira - ALERTA

Albeni Carmo de Oliveira - ALMA GAUDÉRIA

Albeni Carmo de Oliveira - CARTA A UMA AMIGA QUE SE FOI

Albeni Carmo de Oliveira - CARTA RESPOSTA AO POETA

Albeni Carmo de Oliveira - CONSERVANDO A TRADIÇÃO

Albeni Carmo de Oliveira - DESCENDÊNCIA FARRAPA

Albeni Carmo de Oliveira - DIÁLOGO DE UM BRIGADIANO

Albeni Carmo de Oliveira - ÊXODO RURAL

Albeni Carmo de Oliveira - JARDIM NATURAL

Albeni Carmo de Oliveira - JOÃO NINGUÉM

Albeni Carmo de Oliveira - JORGE ALBERTO BROL

Albeni Carmo de Oliveira - LAÇADA DE UM OLHAR

Albeni Carmo de Oliveira - MINHA ALMA

Albeni Carmo de Oliveira - MINHA BIOGRAFIA

Albeni Carmo de Oliveira - MINHA HERANÇA

Albeni Carmo de Oliveira - NATAL DO PIAZITO ÓRFÃO

Albeni Carmo de Oliveira - O SONHO DO POETA

Albeni Carmo de Oliveira - PATACOADA

Albeni Carmo de Oliveira - PELEANDO COM O TEMPO

Albeni Carmo de Oliveira - PRECE DE UM GAÚCHO

Albeni Carmo de Oliveira - PRENDA LINDA

Albeni Carmo de Oliveira - PRENDINHA FACEIRA

Albeni Carmo de Oliveira - RANCHO VAZIO

Albeni Carmo de Oliveira - REVENDO O QUE PASSOU

Albeni Carmo de Oliveira - SANTIAGO, BAITA CHÃO!

Albeni Carmo de Oliveira - SAUDADE

Albeni Carmo de Oliveira - SEJAS TU

Albeni Carmo de Oliveira - SONHO DO FILHO DE UM TROPEIRO

Albeni Carmo de Oliveira - SONO INOCENTE

Albeni Carmo de Oliveira - TROPEANDO A SAUDADE

Albeni Carmo de Oliveira - TROTEANDO VERSOS

Albeni Carmo de Oliveira - VELHO BATALHÃO DE FERRO

Albeni Carmo de Oliveira - VELHO TIO

Alberto Sales - DO MEU GALPÃO

Albery Petry - QUANDO FALO EM TRADIÇÃO

Alceu Godoy - CONFISSÃO

Alceu Wamosy - PELA NOITE ALTA

Alcy Cheuiche - QUE DIACHO! EU GOSTAVA DO MEU CUSCO

Alcy Cheuiche - REZA CHUCRA

Alcy Soares Tubino - ASSOMBRAÇÃO

Alcy Soares Tubino - CACIMBA

Alessandro Piantavini - CAMPEREANDO LEMBRANÇAS

Alessandro Piantavini - EU! PRÓPRIO MINUANO

Alex Brondani - LAGOA DE ESTRELAS

Alfredo Costa Machado - SAUDADE

Alfredo Costa Machado - VAQUEANO

Algacyr Costa - VIDA DE CASERNA

Altamira Bataglia Medina - LANCEIROS

Alvandir Oliveira - ELEGIA A UM SACRIFÍCIO

Alvandir Oliveira - FIM DE TARDE

AmĂąndio Bicca Quintana - FECHANDO UM BAIO

AmĂąndio Bicca Quintana - SAUDADE

Andréia Så Brito - ROMARIA DAS MADRES DO CAMPO

Ângela Gomes/Anelise Severo - CAMPESINA

Anita Ramos Gonzales - A SESTA

Anita Ramos Gonzales - FARROUPILHA

Anomar DanĂșbio Vieira/M.RogĂ©rio Melo/Luciano Maia - RETRATO DE PAMPA E INVERNADA

Anomar DanĂșbio Vieira/Marcelo Caminha - LÁ NA FRONTEIRA

Antenor Miguel Monteiro - CUIA AMIGA

Antonio Augusto Coronel Cruz - GAUCHESCA

Antonio Augusto Coronel Cruz - GAUCHESCA

AntĂŽnio Augusto Duarte Webber - BORRACHO

AntĂŽnio Augusto Fagundes - CANTO DE AMOR AO ALEGRETE

Antînio Augusto Fagundes - GAÚCHO

Antînio Augusto Fagundes - LENÇO BRANCO

Antînio Augusto Fagundes - LENÇO BRANCO

Antînio Augusto Fagundes - MULHER GAÚCHA

Antînio Augusto Fagundes - MULHER GAÚCHA

AntÎnio Augusto Fagundes - PIÁ

Antînio Augusto Fagundes - PRELÚDIO PARA O CANTO ALEGRETENSE

AntÎnio Augusto Fernandes - RESSÁBIO

Antînio Augusto Ferreira - MEU AMOR PERTENCE À TERRA

Antînio Augusto Ferreira - MEU AMOR PERTENCE À TERRA

AntĂŽnio Augusto Ferreira - MEU PAI E EU

AntĂŽnio Augusto Ferreira - MEU PAI E EU

AntĂŽnio Augusto Ferreira - O COMBATE DE RIO NEGRO

AntĂŽnio Augusto Ferreira - O COMBATE DE RIO NEGRO

AntĂŽnio Augusto Ferreira - RETRATO

AntĂŽnio Augusto Ferreira - SONHO CRIADOR

AntĂŽnio Augusto Ferreira - SONHO CRIADOR

AntĂŽnio Augusto Ferreira - UM CERTO SOL

AntĂŽnio Augusto Ferreira - UM CERTO SOL

AntĂŽnio Augusto Ferreira - X GALINHA

AntĂŽnio Carlos Machado/Luiz Carlos Borges - ROMANCE NA ATAFONA

Antînio Francisco de Paula - A SAGA DE SEPÉ

AntÎnio Francisco de Paula - ÁGUA FONTE DE VIDA

AntĂŽnio Francisco de Paula - CANGA

Antînio Francisco de Paula - CAPITAL DA ESPERANÇA

AntĂŽnio Francisco de Paula - CARNEADOR

AntĂŽnio Francisco de Paula - CAVALO MOURO

AntĂŽnio Francisco de Paula - CINCERRO

Antînio Francisco de Paula - COCHO DE CABRIÚVA

AntĂŽnio Francisco de Paula - CUIA DE MATE

AntĂŽnio Francisco de Paula - CUSCO PRETO

AntĂŽnio Francisco de Paula - ESPORA

AntĂŽnio Francisco de Paula - FACA

AntĂŽnio Francisco de Paula - GAITA PRETA

Antînio Francisco de Paula - IPÊ AMARELO

Antînio Francisco de Paula - LEMBRANÇAS DE GURI

Antînio Francisco de Paula - LENÇO MARAGATO

AntĂŽnio Francisco de Paula - MALA DE GARUPA

Antînio Francisco de Paula - MEU AVÔ, MEU MESTRE

AntĂŽnio Francisco de Paula - NOSSA SENHORA DA OLIVEIRA

Antînio Francisco de Paula - PLANETA AMEAÇADO

AntÎnio Francisco de Paula - PROEZAS DO SEBASTIÃO

AntĂŽnio Francisco de Paula - TAPERA

Antînio Pereira Mello - QUERÊNCIAS

Antînio Ribas - EU NÃO SEI COMO É QUE PODE

AntĂŽnio Ribas - RANCHO COSTEIRO

AntĂŽnio Veiga - BRIGANDO PELO MEU RIO

ApolinĂĄrio Porto Alegre - AOS FARROUPILHAS

Apparício Silva Rillo - A FILHA DO PATRÃO

ApparĂ­cio Silva Rillo - BOI BARROSO

ApparĂ­cio Silva Rillo - BOIZITO COLORADO

ApparĂ­cio Silva Rillo - BOLICHO

Apparício Silva Rillo - CANÇÃO DE SABÃO

ApparĂ­cio Silva Rillo - CANHA

ApparĂ­cio Silva Rillo - CANTIGAS DO TEMPO VELHO

Apparício Silva Rillo - CANTO AOS AVÓS

Apparício Silva Rillo - CANTO DE AMOR PARA UM PEÃO DE ESTÂNCIA

ApparĂ­cio Silva Rillo - CARRETA

Apparício Silva Rillo - CÉU

ApparĂ­cio Silva Rillo - CHINOCA

ApparĂ­cio Silva Rillo - CISMAS DE VELHO

ApparĂ­cio Silva Rillo - CONTRABANDO

Apparício Silva Rillo - CORAÇÃO DE MENTIRA

ApparĂ­cio Silva Rillo - CUIA

ApparĂ­cio Silva Rillo - CUSCO CEGO

ApparĂ­cio Silva Rillo - DE COMO FAZER UMA BRUXINHA DE PANO

ApparĂ­cio Silva Rillo - DESAFIO

ApparĂ­cio Silva Rillo - DESENGANO

ApparĂ­cio Silva Rillo - DESPETALADA

ApparĂ­cio Silva Rillo - DEVANEIO

ApparĂ­cio Silva Rillo - ENTARDECER

ApparĂ­cio Silva Rillo - GAITA

Apparício Silva Rillo - GALPÃO

Apparício Silva Rillo - GAÚCHO VELHO

Apparício Silva Rillo - GAUDÉRIO

ApparĂ­cio Silva Rillo - GUAXO

Apparício Silva Rillo - HERANÇA

ApparĂ­cio Silva Rillo - INTERMEZZO DE ROSA

ApparĂ­cio Silva Rillo - LAGOA

Apparício Silva Rillo - LÍNGUA DE TRAPO

ApparĂ­cio Silva Rillo - MADRUGADA

Apparício Silva Rillo - MÃE VELHA

ApparĂ­cio Silva Rillo - MATUNGO

ApparĂ­cio Silva Rillo - MEDO VELHO

Apparício Silva Rillo - MEMÓRIAS PARA UM MENINO DO ANO DOIS MIL

ApparĂ­cio Silva Rillo - NO BOLICHO

ApparĂ­cio Silva Rillo - O CRAVO BRIGOU COM A ROSA

ApparĂ­cio Silva Rillo - O PAI NAS FOTOGRAFIAS

Apparício Silva Rillo - O SERMÃO DA COXILHA

Apparício Silva Rillo - ORAÇÃO E CONTRA-ORAÇÃO AO NEGRO DO PASTOREIO

ApparĂ­cio Silva Rillo - PAGO VAGO

ApparĂ­cio Silva Rillo - PALA DE SEDA

ApparĂ­cio Silva Rillo - PALAVRA E CRUZ

Apparício Silva Rillo - PARA MOÇA ROSA

ApparĂ­cio Silva Rillo - PERFIL

ApparĂ­cio Silva Rillo - PESCA

Apparício Silva Rillo - PETIÇO VELHO

ApparĂ­cio Silva Rillo - PINHO VELHO

Apparício Silva Rillo - PIPA D'ÁGUA

ApparĂ­cio Silva Rillo - POEMA CIRCULAR

ApparĂ­cio Silva Rillo - POEMA DA PRENDA NOVA

ApparĂ­cio Silva Rillo - POEMA PARA UM RETRATO

ApparĂ­cio Silva Rillo - PRENDINHA

ApparĂ­cio Silva Rillo - QUERO-QUERO

ApparĂ­cio Silva Rillo - ROMANCE DA MULATINHA

ApparĂ­cio Silva Rillo - ROMANCE DE PENA LARGA

ApparĂ­cio Silva Rillo - ROMANCE DE ROSA PLENA

ApparĂ­cio Silva Rillo - ROMANCE DO ARRENDADOR

Apparício Silva Rillo - ROMANCE DO INJUSTIÇADO

Apparício Silva Rillo - ROMANCE DO JOÃO DA GAITA

ApparĂ­cio Silva Rillo - ROMANCE DO MOURO VELHO

ApparĂ­cio Silva Rillo - ROMANCE DO PALA BRANCO

Apparício Silva Rillo - ROMANCE DO PINGO D' ÁGUA

Apparício Silva Rillo - ROMANCE DO VOLUNTÁRIO

ApparĂ­cio Silva Rillo - ROMANCINHO

Apparício Silva Rillo - RONDÓ POR DONA CONSTANÇA

Apparício Silva Rillo - RUMO E QUERÊNCIA PARA UM TROPEIRO MORTO

ApparĂ­cio Silva Rillo - SE A VENTURA FOSSE CHINA

ApparĂ­cio Silva Rillo - TAPERA

ApparĂ­cio Silva Rillo - VELHA FACA

ApparĂ­cio Silva Rillo - VIAGEM

Apparício Silva Rillo - VIOLÃO

Argeu Machado Veiga - TROPILHA CRIOULA

Argeu Machado Veiga - VELHO PALA

Ari Pinheiro - CANTO AO GAITEIRO MORTO

Ari Pinheiro - MIRAGEM NA CURVA DO OLHAR

Ari Pinheiro - OLHO DE BOI

Ari Pinheiro - TROPILHAS DE AGOSTO

Ari Pinheiro - UTOPIA

Ari Pinheiro/Juarez Fialho - A LIÇÃO DAS COVAS

Arin Neri de Oliveira e Silva - A DOMA DO POTRO CORISCO

Armando Coelho - DOS SONHOS A REALIDADE PERDIDA

Arthur Oscar Loureiro de Souza - CERRO DE BAGÉ

Arthur Oscar Loureiro de Souza - TROPEIRO

Ary Veríssimo SimÔes Pires - SAUDADE

Atair Manuel Teixeira - LEMBRANÇAS

Athos Damasceno Ferreira - SONETO DOS SALGUEIROS

Augusto Meyer JĂșnior - GAITA

Aureliano de Figueiredo Pinto - A ORAÇÃO DO POSTEIRO

Aureliano de Figueiredo Pinto - AQUI ESTOU, SR.INVERNO

Aureliano de Figueiredo Pinto - CAMBOATAN FARRAPO

Aureliano de Figueiredo Pinto - CHIMARRÃO DA MADRUGADA

Aureliano de Figueiredo Pinto - CHIMARRÃO DA MADRUGADA

Aureliano de Figueiredo Pinto - DE BOA CRIA

Aureliano de Figueiredo Pinto - GAÚCHA PRAIANA

Aureliano de Figueiredo Pinto - O CANTO DO GURI CAMPEIRO

Aureliano de Figueiredo Pinto - OS GUARANIS

Aureliano de Figueiredo Pinto - PRESÍDIO MUNICIPAL

Aureliano de Figueiredo Pinto - RELATO DO ENFORCADO

Aureliano de Figueiredo Pinto - ROMANCE DE PEÃO - O TOBIANO CAPINCHO

Aureliano de Figueiredo Pinto - ROMANCE DO GAÚCHO VELHO SOLITO

Aureliano de Figueiredo Pinto - ROMANCE DO TROPEIRO DOIDO

Aureliano de Figueiredo Pinto - TOADA DE UMA TARDE DE INVERNO

Autor Desconhecido - ARROZ DE CARRETEIRO

Autor Desconhecido - CANTO DE SEPÉ TIARAJÚ

Autor Desconhecido - CHIMARRÃO

Autor Desconhecido - CONSTANTE GAÚCHA

Autor Desconhecido - MOÇO CAMPEIRO

Autor Desconhecido - NAMORANDO A PATROA

Autor Desconhecido - PRECE DO CAVALO

Autor Desconhecido - PRECE DO CAVALO II

Autor Desconhecido - RIO GRANDE

Autor Desconhecido - ROMANCE DE DONA MOÇA

Autor Desconhecido - SECA MALDITA

Autor Desconhecido - SOMBREIRO BAGUAL

Autor Desconhecido - VERSOS PARA A MEIA-CANHA

Balbino Marques da Rocha - A DOMA DO POTRO BAIO

Balbino Marques da Rocha - VELHO UMBU

Benito JosĂ© Fattori - TAIPAS CAÍDAS

Bernardino Fialho - DESPERTA GRAVATAÍ

Bernardino Fialho - PEÃO PEALADO

Bernardo Taveira JĂșnior - O BOLEADOR

Beto Figueiredo - PIAZITO GAÚCHO

Bianca Bergmann - DA ESTÂNCIA DOS CATA-VENTOS

Bianca Bergmann - EU NÃO QUERIA TE AMAR

Bianca Bergmann - INTERROGAÇÃO

Bianca Bergmann - PRA ONDE FORAM AS BORBOLETAS?!

Bianca Bergmann - QUANDO A LOUCURA VEM MATEAR COMIGO

Bianca Bergmann - SOB A LUZ DO ENTARDECER

Bira Anchieta/Ari Pinheiro/Luiz Carlos Ranoff - DE RUMO SEARA E CANÇÃO

Bruna Bassanesi - PARA MINHA ÉGUA, A SEU JEITO

Caco Coelho - SONHADA QUERÊNCIA

Cancioneiro GaĂșcho - MATE

Carlinhos Lima - ALMA INQUIETA

Carlinhos Lima - MEEIROS DE SONHOS

Carlinhos Lima/Elias Teixeira - DE CULPAS E AUSÊNCIAS

Carlinhos Lima/Ubirajara Anchieta - CAMPO FOGO E LÁGRIMAS

Carlos AndrĂ© Siqueira - A ÚLTIMA GINETEADA

Carlos André Siqueira - QUANDO EU ME FOR

Carlos EugĂȘnio Costa da Silva “Vacaria” - A QUEM DESCONHECE A ÈCLOGA DA TERRA

Carlos EugĂȘnio Costa da Silva “Vacaria” - DO QUARTEL DE MEUS SONHOS

Carlos Omar Villela Gomes - "REDENÇÃO"

Carlos Omar Villela Gomes - A CULPA É TUA

Carlos Omar Villela Gomes - A ESPADA

Carlos Omar Villela Gomes - A MINHA ALMA SE AFOGOU NO RIO

Carlos Omar Villela Gomes - A MOÇA DOS OLHOS BRANCOS

Carlos Omar Villela Gomes - A SANGA BEIJOU MEUS PÉS

Carlos Omar Villela Gomes - ALMA ANTIGA

Carlos Omar Villela Gomes - DE ALMA INTEIRA

Carlos Omar Villela Gomes - DE COSTAS

Carlos Omar Villela Gomes - DO QUE FALAM OS SONHOS

Carlos Omar Villela Gomes - DOS QUE SE FORAM

Carlos Omar Villela Gomes - GUARITA

Carlos Omar Villela Gomes - HOJE É UM DIA BOM PRA SE MORRER

Carlos Omar Villela Gomes - JAYME E OS DEZ MIL POETAS

Carlos Omar Villela Gomes - NA BOCA DO POÇO

Carlos Omar Villela Gomes - O CORAJOSO

Carlos Omar Villela Gomes - O GRANDE ANÃO

Carlos Omar Villela Gomes - O HOMEM DO AVESSO

Carlos Omar Villela Gomes - O HOMEM QUE ENCANTAVA FACAS

Carlos Omar Villela Gomes - O SÉTIMO DIA

Carlos Omar Villela Gomes - OLHOS NEGROS

Carlos Omar Villela Gomes - OS CAVEIRAS E O ENGODO DA MORTE

Carlos Omar Villela Gomes - QUANDO O SOL CAIU

Carlos Omar Villela Gomes - QUILOMBO DO MORRO ALTO

Carlos Omar Villela Gomes - RANCHO DE LUZ

Carlos Omar Villela Gomes - TODOS OS VENTOS

Carlos Omar Villela Gomes - ÚLTIMOS CARRETEIROS

Carlos Omar Villela Gomes - UM SONHO E NADA MAIS

Carlos Omar Villela Gomes - VERSO E REVERSO DE UMA MEDALHA DE GUERRA

Carlos Silva - DOS PAMPAS AO TRIÂNGULO DA MINEIRA

Carmem Cecília Varella Blankoski - SIÁ CECÍLIA

CĂ©sar Oliveira - SOB AS MANGAS DO AGUACEIRO

CĂ©zar Tomazzini - MATEANDO E ORANDO POR TI

CĂ©zar Tomazzini - PONTEIROS DO RIO GRANDE

CĂ©zar Tomazzini - SONHO DE LIBERDADE

Chico Ribeiro - NEGRINHO DO PASTOREIO

Chico Ribeiro - TAPERA

Chico Saratt/Mauro Moraes - A DANÇA DAS MÃOS

Chico Teixeira Farias - ASSIM FOI MEU PAI

Chico Teixeira Farias - NA VOLTA DA TROPEADA GRANDE

Chico Teixeira Farias - O VELHO BANCO DA PRAÇA

Chico Teixeira Farias - POEMAS PARA A TAPERA

Chico Teixeira Farias - SORVENDO OS LUMES DO TEMPO

ClĂĄudio Silveira - PRA CEVAR O MATE, BOMBEAR A ESTRADA E SENTIR SAUDADE

Cláudio Silveira - RÉQUIEM PARA OS DIAS DE ONTEM

Cléber Mércio - CARRETEIRO

Cléber Mércio - SAUDADE NATIVA

Cléber Mércio - SUBLIME MENTIRA

ClĂ©ia Dröse - CERRAÇÃO DOS TEMPOS

Colmar Duarte - À JUSTIÇA PÚBLICA

Colmar Duarte - A LA DERIVA

Colmar Duarte - A LANÇA DE ÉBANO

Colmar Duarte - ANDANTE

Colmar Duarte - AS SETE PROVAS

Colmar Duarte - CARAVOLTAS

Colmar Duarte - CHERETÃ

Colmar Duarte - COMO A CHUVA

Colmar Duarte - DE QUE VALE?

Colmar Duarte - DUAS DATAS

Colmar Duarte - ESTAÇÕES

Colmar Duarte - ESTRADAS DE VIDA E TEMPO

Colmar Duarte - ESTRADAS DE VIDA E TEMPO

Colmar Duarte - FRONTEIRAS

Colmar Duarte - HERANÇA

Colmar Duarte - HISTÓRIA ANTIGA

Colmar Duarte - METAMORFOSE

Colmar Duarte - NAS ESTRELAS DAS ESPORAS

Colmar Duarte - O CICLO DA ESPERA

Colmar Duarte - POR ISSO CANTO, TALVEZ

Colmar Duarte - PROMESSA DE AMOR DO ÍNDIO POBRE

Colmar Duarte - REINCIDÊNCIA

Colmar Duarte - ROMANCE DE ESTRADA E TEMPO

Colmar Duarte - ROMANCE DO DOMADOR

Colmar Duarte - SAGA

Colmar Duarte - TEMPO DE VIVER

Colmar Duarte - ÚLTIMO ATO

Colmar Duarte - UNIVERSOS

Cristiano e Cláudio Silveira - RASTROS DE HISTÓRIA E TEMPO

Cristiano Ferreira Pereira - A MARGEM DA VIDA DE UM TROPEIRO

Cristiano Ferreira Pereira - A VOLTA DO ZÉ DA PINHA

Cristiano Ferreira Pereira - COPLAS DE CHIMARREAR SOLITO

Cristiano Ferreira Pereira - O MEDO, A ALMA E A CORAGEM DO POETA

Cristiano Ferreira Pereira - PRA O VERSO QUE DIGO

Cristina Areias - O MAPA DA COXILHA DE FOGO

Cyro Alves Gavião - MEU LAÇO

Cyro Alves Gavião - PETIÇO

Daiana Raquell Stumm - GAÚCHA GAUDÉRIA TCHÊ

Daiana Raquell Stumm - GAUDÉRIA TCHÊ

Daniélin Maria Fidelis de Oliveira - NOBRE CAVALHEIRO

Darci Éverton Dargen - ROTINA DE PRENDINHA

Darcy da Silva Fagundes - OUTRA RUSGA

Darcy da Silva Fagundes - RANCHO NO CÉU

Dauro Moura - O SENTIDO DO VERSO

Daví Roballo - MÃE CAMPEIRA

Daví Roballo - NOSTALGIA GAÚCHA

Delci Oliveira - RETRATO

Deroci Freitas de Moraes - MEU NACO DE CHÃO

Dilair JosĂ© - TEMPOS DE INFÂNCIA

Dilmar Paixão - CULTUANDO A TRADIÇÃO

Dilmar Paixão - O QUE É O MTG?

Dilson Gimba - VOU VIVER NO CHINAREDO

Dimas Costa - A CANÇÃO QUE A MÃE CANTAVA

Dimas Costa - A FALA DO VELHO

Dimas Costa - A FILHA

Dimas Costa - A GAUCHINHA

Dimas Costa - A LENDA E A PRENDA

Dimas Costa - A LIÇÃO DO GURI

Dimas Costa - A MENINA E A BRUXINHA

Dimas Costa - A MINHA FELICIDADE

Dimas Costa - A MORTE DO BRIGADIANO

Dimas Costa - A TRADIÇÃO

Dimas Costa - ANITA GARIBALDI

Dimas Costa - APARIÇÃO

Dimas Costa - APELO AS GERAÇÕES

Dimas Costa - APRUMANDO O RUMO

Dimas Costa - AVES DA TRADIÇÃO

Dimas Costa - BORRACHO

Dimas Costa - BRINQUEDO ANTIGO

Dimas Costa - BRINQUEDO DE GURI

Dimas Costa - BRUXINHA DE PANO

Dimas Costa - CACIMBA

Dimas Costa - COMO SE TRANSMITE A TRADIÇÃO

Dimas Costa - DEDICAÇÃO

Dimas Costa - DONA DE CASA

Dimas Costa - ENTARDECER

Dimas Costa - EXPLICANDO AS VESTES

Dimas Costa - FANFARRONADA DOIS

Dimas Costa - GARÇA BRANCA

Dimas Costa - GAÚCHO LARGADO

Dimas Costa - HERANÇA COLONIAL

Dimas Costa - JUVÊNCIO MEU PEÃO CAMPEIRO

Dimas Costa - MAIS UMA HISTÓRIA CRUEL

Dimas Costa - MENINA SIMPLES

Dimas Costa - MEU CHAPÉU

Dimas Costa - MEU LAÇO

Dimas Costa - MEU RIO GRANDE

Dimas Costa - MOÇA DA CAMPANHA

Dimas Costa - NEGRINHA SERAFINA

Dimas Costa - NEGRINHO DO PASTOREIO

Dimas Costa - O BEIJO

Dimas Costa - O TESOURO DA SALAMANCA

Dimas Costa - O VELHO MADRUGADOR

Dimas Costa - ORIGINAL

Dimas Costa - OS OLHOS DO NEGRINHO

Dimas Costa - PAYADA AO SABOR DA RIMA (TEMPO E ALMA)

Dimas Costa - PEQUENITA

Dimas Costa - POEMINHA DELA & DELE

Dimas Costa - PRENDA FARROUPILHA

Dimas Costa - PROFESSORINHA

Dimas Costa - RECEBENDO O NETO

Dimas Costa - RESUMO DE LONGA HISTÓRIA

Dimas Costa - SAUDAÇÃO

Dimas Costa - TODO MUNDO...MENOS EU

Dimas Costa - VERSINHOS DE PÉ-QUEBRADO

Dimas Costa - VERSINHOS PARA CRIANÇAS AINDA PEQUENAS

Dirceu AntĂŽnio Chiesa - QUERO-QUERO

Dirceu Pires Terres - O MEU CAVALO CRIOULO

Dom Luiz Felipe de Nadal - ORAÇÃO DO GAÚCHO

Dorval Azambuja Arregui - CHINOCA

Edevar da Silva Fagundes - VELHA PIPA

Edilberto Teixeira/Enio Medeiros - AVIÃOZINHO DE PAPEL

Edmar Pery Mendes de Castro - CERREMOS PERNAS

Egiselda Brum CharĂŁo - CAMPEIRA MULHER

Egiselda Brum Charão - ITINERÁRIO DE VIDA E MORTE

Egiselda Brum Charão - NA LEMBRANÇA DE UM ADEUS

Egiselda Brum CharĂŁo - ODE AO TEMPO E O VENTO

Egiselda Brum Charão - RAZÕES DE LIBERDADE

Egiselda Brum CharĂŁo - SOBERANA DAS ESTRADAS

Egiselda Brum Charão - TRILOGIA DA LÍNGUA PORTUGUESA

El Chango Duarte - O CASO DO BUMBO LEGÜERO

Elisa Volante Borges - ORGULHO DE FILHO

Élson Lemos - QUANDO A ALMA ENCILHA UM VERSO

Élson Lemos - QUANDO AS ESPORAS SE CALAM

Élson Lemos - RECANTO

Elton Saldanha - DESCENDÊNCIA

Érico Rodrigo Padilha - POR ESSAS LIDAS DE CAMPO

Érico Rodrigo Padilha - UM QUADRO DA ESTÂNCIA

Érico Rodrigo Padilha - VERSOS EM NOITE DE RONDA

Erlon PĂ©ricles - GAÚCHO SENTIMENTO

Eron Vaz Mattos - DEPOIS DOS GALPÕES

Eron Vaz Mattos - ELEGIA DO TROPEIRO

Eron Vaz Mattos - IMAGEM RURAL

Eron Vaz Mattos - O AÇUDE

Eron Vaz Mattos - ROMANCE DE ESTRADA LONGA

Estanislau Robalo - DAS TROPAS DE FAZ-DE-CONTA

Estanislau Robalo - PERMISSO

Estanislau Robalo - ROMANCE DO CAMPEADOR

Eudes Maria Pereira da Silva - TIO MANDUCA

EugĂȘnio JosĂ© de Almeida Neto - NAS COISAS DO MEU RINCÃO

FabrĂ­cio Marques - DO BATISMO DE UM MALINO

FabrĂ­cio Marques - VISAGENS DE QUEM ANDEJA

Fabrício Marques/Eduardo Muñoz - DE VISITA

Feliciano Ladislau Pinheiro Garcia - ALMA DE RANCHO

FĂ©lix Contreiras Rodrigues - QUERO-QUERO

FĂ©lix Contreiras Rodrigues - TOSTADO-CRUZADO

Fernanda Irala Gomes - SENHOR DAS PITANGUEIRAS

Fernandes Luis Pasch - PAGO AUSENTE

Fernando AraĂșjo - CANTO DE AMOR AOS VERSOS

Fernando Henrique Stadler - BRAVOS HOMENS

Fernando Saraiva - NO BAILE

Firmino de Paula Carvalho - MATE AMARGO

Firmino de Paula Carvalho - TESTAMENTO

FlĂĄvio Ernani Barbizan - PARTIR

Francisco Carlos Fighera - SÃO PAULO, QUE BAITA CHÃO

Francisco Carlos Fighera - SÃO PAULO, QUE BAITA CHÃO

Francisco Cezar Abade - ANIVERSÁRIO DA PRENDA

Francisco D'Ávila Flores - BENTO GONÇALVES

Francisco Miguel Scaramussa - BRADO D'ARMAS

Francisco Miguel Scaramussa - HERDEIRA

Francisco Ribeiro - QUERÊNCIA

Francisney 1999 - HONRA DE GAÚCHO

Francisney 1999 - LAMPEJO

Francisney 1999 - NÃO ACEITO DESAFORO

Gargione Ávila - AQUERENCIADO

George de GĂłes - CHALEIRA

GetĂșlio Abreu Mossellin - ALAMBRADOR

GetĂșlio Abreu Mossellin - ALDEIA DOS TAPEJARAS

GetĂșlio Abreu Mossellin - ALEGRETE BAITA CHÃO

GetĂșlio Abreu Mossellin - CACIMBA

GetĂșlio Abreu Mossellin - CAVALGADA DO MAR 98

GetĂșlio Abreu Mossellin - CAVALGADA DO MAR 99

GetĂșlio Abreu Mossellin - COZINHEIRO E ASSADOR

GetĂșlio Abreu Mossellin - CRENÇA E PROFISSÃO

GetĂșlio Abreu Mossellin - CTG CHALEIRA PRETA

GetĂșlio Abreu Mossellin - DE PEÃO PARA PEÃO

GetĂșlio Abreu Mossellin - DIA DE CHUVA NA ESTÂNCIA

GetĂșlio Abreu Mossellin - DIA DE MARCAÇÃO

GetĂșlio Abreu Mossellin - GALPÃO DO PAMPA

GetĂșlio Abreu Mossellin - GALPÃO NEGRINHO DO PASTOREIO

GetĂșlio Abreu Mossellin - GURI CAMPONÊS

GetĂșlio Abreu Mossellin - MEU JEITO

GetĂșlio Abreu Mossellin - MEU VELHO PAI

GetĂșlio Abreu Mossellin - MINHA MÃE

GetĂșlio Abreu Mossellin - MINHA NAMORADA

GetĂșlio Abreu Mossellin - PAGO TRANSFORMADO

GetĂșlio Abreu Mossellin - PEÃO RURAL

GetĂșlio Abreu Mossellin - PINGO FARRAPO

GetĂșlio Abreu Mossellin - POTREIRO DO VERSO XUCRO

GetĂșlio Abreu Mossellin - POUSADA DOS CARRETEIROS

GetĂșlio Abreu Mossellin - RINCÃO DA PEDRA MOURA

GetĂșlio Abreu Mossellin - SANTUÁRIO DO CAMPEIRISMO

GetĂșlio Abreu Mossellin - SERES EM EXTINÇÃO

GetĂșlio Abreu Mossellin - SOU PAMPA E QUERÊNCIA

GetĂșlio Abreu Mossellin - TRIBUTO A DOM JAYME

GetĂșlio Abreu Mossellin - TRIBUTO A JOÃO LEAL

GetĂșlio Abreu Mossellin - TROPEIROS DO TÚNEL VERDE

GetĂșlio Abreu Mossellin - VELHO PEÃO

GetĂșlio Abreu Mossellin - VIAGEM DO PENSAMENTO

Gevaldino Rodrigues Ferreira - CARREIRADA

Gilberto Carvalho - ANDARENGO

Gilberto Carvalho - COPLITA DE FIM DE DIA

Gilberto Carvalho - DE MEMÓRIA

Gilberto Carvalho - ESQUILADOR

Gilberto Carvalho - ESTRADA DO SOL

Gilberto Carvalho - GERMINAÇÃO

Gilberto Carvalho - GINETE

Gilberto Carvalho - GURI PESCADOR

Gilberto Carvalho - LARANJA DE AMOSTRA

Gilberto Carvalho - LAVADEIRAS

Gilberto Carvalho - LEÃO DO CAVERÁ

Gilberto Carvalho - MILONGA EN SI

Gilberto Carvalho - MULTICANTO NACIONAL

Gilberto Carvalho - NEGRO DA GAITA

Gilberto Carvalho - PANDORGAS

Gilberto Carvalho - PARA UM TORDILHO

Gilberto Carvalho - PÁSSARO PERDIDO

Gilberto Carvalho - PONTAS DE LANÇA

Gilberto Carvalho - PROFESSORA RURAL

Gilberto Carvalho - RESTOS DE GINETE

Gilberto Carvalho - RODADA

Gilberto Carvalho - RUMOS DO FIM

Gilberto Carvalho - TAMBO

Gilberto Carvalho - TERNURANÇA

Gilberto Carvalho - VELHO CANTOR

Gilberto Carvalho - VENHA VINHO - VENHA VIDA

Gilberto Trindade dos Anjos - DE QUEM VIVE DOS ARREIOS

Gilberto Trindade dos Anjos - ONDE EU ENCONTRO MEUS VERSOS

Gilberto Trindade dos Anjos - QUANDO UM TAURA SOLTA O LAÇO

Gilberto Trindade dos Anjos - RETRATO DE UM TAURA

Gilda de Souza Soares - VESTIDO DE PRENDA

Gildo Alwin - O GAÚCHO

Gilson Gimba - APAIXONADO E TEIMOSO

Glaucus Saraiva - BORRACHO

Glaucus Saraiva - CHIMARRÃO

Glaucus Saraiva - CORDEONA

Glaucus Saraiva - ESTRADA

Glaucus Saraiva - FILHO DO PAMPA

Glaucus Saraiva - GARRUCHA

Glaucus Saraiva - GAUDÉRIO

Glaucus Saraiva - LENÇO COLORADO

Glaucus Saraiva - LENDA DA ADAGA

Glaucus Saraiva - LENDA DO QUERO-QUERO

Glaucus Saraiva - LENDA DO QUERO-QUERO

Glaucus Saraiva - MÃE GAÚCHA

Glaucus Saraiva - MATEANDO

Glaucus Saraiva - NEGRO DO PASTOREIO

Glaucus Saraiva - PALA

Glaucus Saraiva - PALA AZUL

Glaucus Saraiva - PRA O FIM DA CANCHA

Glaucus Saraiva - SAUDADE

Glaucus Saraiva - VELHO PONCHO

Glaucus Saraiva - VIOLA MISSIONEIRA

Gonçalves Chaves Calixto - CHICO FAGUNDO

Gontran Goulart - BOTÃO DE FLOR

Gontran Goulart - CANTIGAS DA TERRA

Guilherme Collares - DE RUMO E SONHO DOS QUE ANDAM LONGE

Guilherme Collares - MI GUITARRA QUEBRADA

Guilherme Collares - MONÓLOGO A PÉ

Guilherme Collares - NA PAREDE DE UM MUSEU

Guilherme Collares - O BAILE DOS CACHORROS

Guilherme Collares - PAGO-SAUDADE

Guilherme Collares - PARA ENTENDER A DISTÂNCIA NO CORAÇÃO DE UM TROPEIRO

Guilherme Collares - PEDRO EM IMAGEM DE PEDRA-ESBOÇO GENEALÓGICO DE UM GAÚCHO

Guilherme Collares - PRANTO DO ARROIO À LAVADEIRA

Guilherme Collares - RÉQUIEM A UMA COZINHA DE PEDRA

Guilherme Collares - ROMANCE DO PICAÇO ESTRELA

Guilherme Collares - ROMANCE DO TIO ABEL

Guilherme Collares - SILÊNCIOS DE UM FIM DE TARDE

Guilherme Collares - TRANSCENDÊNCIA ATEMPORAL EQÜINA -LEMBRANÇAS E LAMENTOS DE UM CAVALO

Guilherme Collares - ÚLTIMO ADEUS DO TROPEIRO

Guilherme Collares - UM CERTO TROPEIRO LUA NOVA

Guilherme Schultz Filho - GESTA DE UM CLARIM

Guilherme Schultz Filho - PINGOS

Guilherme Schultz Filho - RIO GRANDE DE SÃO PEDRO

Gujo Teixeira - DAS SOMBRAS DE UM GALPÃO VELHO

Gujo Teixeira - O SAL DOS OLHOS

Gujo Teixeira - PAISAGEM DA NOITE

Gujo Teixeira - PAISAGEM DA NOITE

Gujo Teixeira - PARECE A VIDA

Gujo Teixeira/Cristiano Quevedo - ESSES CAMPEIROS DE TODO DIA

Heitor Rossato - ÁRVORE SECA

Heleno Gimenez - NEGRA FLOR

Hermelindo Rubim Cavalheiro - VELHA SANGA

Horåcio Bañolas de Figueiredo Paz - O POEMA DO SABIÁ

Hormain Calovy - GALPÃO

Hugo Rodrigues RamĂ­rez - CANTORES DO MEU PAGO

Hugo Rodrigues RamĂ­rez - POR FALAR EM CUSCO

Humberto Feliciano de Carvalho - O UMBU

Humberto Feliciano de Carvalho - SOL DO MEU PAGO

Humberto Gabbi Zanatta - MIGUELZINHO

Ibani Jorge Bicca - ROMANCE DO AMOR FRUSTRADO

Ibani Jorge Bicca - UM HOMEM DE FERRO

IberĂȘ Machado - BAIO GATEADO

IberĂȘ Machado - CHIMARRÃO

IberĂȘ Machado - CRUZEIRO ALTO

IberĂȘ Machado - MANHÃ DE SOL E VENTO

IberĂȘ Machado - MAPAS DE AMIZADE

IberĂȘ Machado - MARCA DE PAZ

IberĂȘ Machado - MARCA E SINAL

IberĂȘ Machado - ORAÇÃO DAS CAVALGADAS

IberĂȘ Machado - REPONTANDO RIMAS

IberĂȘ Machado - RODEIO

IberĂȘ Machado - SAUDADE

IberĂȘ Machado - TROPA DE SONHOS

Ieda Brock - APENAS SAUDADES

IlĂĄrio Arent - QUATRO PATAS BRANCAS

IlĂĄrio Arent - VIDA

Ilton Carlos Dellandréa - ECOS DO VENTO

Ilton Carlos Dellandréa - NATAL PAMPEANO

Inez Stadler - RAPAZITO DE ESTÂNCIA

Iranelei Padilha - OS GAÚCHOS DE 35

Ivo L. Pires Pereira - SONHO E REALIDADE

Ivo L. Pires Pereira - TRIBUTO AO AMIGO

J.O.Nogueira Leiria - TROPILHA DE ESCUROS

Jadir Oliveira / Paulo de Freitas Mendonça - PAJADA À MULHER

Jairo - MORENA

James AntĂŽnio Michaltchuk - FANDANGO DE CAMPANHA

Jandir Bonato - MEU PINGO E MEU CUSCO

Jayme Brum Carlos - NOITE DE VOLTA

Jayme Brum Carlos - PRELÚDIO A LIBERDADE

Jayme Caetano Braun - A QUEM ME ABRIR

Jayme Caetano Braun - A VOLTA DO PAYADOR

Jayme Caetano Braun - ADAGA!

Jayme Caetano Braun - AMARGO

Jayme Caetano Braun - ARROZ DE CARRETEIRO

Jayme Caetano Braun - AVÔ MARAGATO

Jayme Caetano Braun - BOCA DO MONTE

Jayme Caetano Braun - BOCHINCHO

Jayme Caetano Braun - BRANCO OU COLORADO!

Jayme Caetano Braun - CARRETEIRO

Jayme Caetano Braun - CEMITÉRIO DE CAMPANHA

Jayme Caetano Braun - CHILENAS

Jayme Caetano Braun - CHIMARRÃO DO ESTRIVO

Jayme Caetano Braun - CHIMARRÃO DO SEM DESTINO

Jayme Caetano Braun - CHINA

Jayme Caetano Braun - CHUVARADA

Jayme Caetano Braun - CORDEIRO GUACHO

Jayme Caetano Braun - CORDEONA

Jayme Caetano Braun - CORDEONITA

Jayme Caetano Braun - CRUZ DO PAGO

Jayme Caetano Braun - CUIA

Jayme Caetano Braun - DA MARCA ANTIGA

Jayme Caetano Braun - DA TERRA NASCERAM GRITOS

Jayme Caetano Braun - DECÁLOGO DO PROMOTOR DE JUSTIÇA

Jayme Caetano Braun - DON ATHAUALPA

Jayme Caetano Braun - DUAS CRUZES

Jayme Caetano Braun - EDUARDO

Jayme Caetano Braun - ESTIRPE

Jayme Caetano Braun - FACA COQUEIRO

Jayme Caetano Braun - FOGÃO DE TROPEIRO

Jayme Caetano Braun - GAITAÇO

Jayme Caetano Braun - GALO DE RINHA

Jayme Caetano Braun - GALPÃO

Jayme Caetano Braun - GALPÃO DE ESTÂNCIA

Jayme Caetano Braun - GAÚCHOS

Jayme Caetano Braun - GINETEANDO

Jayme Caetano Braun - GUITARRA!

Jayme Caetano Braun - HERANÇAS

Jayme Caetano Braun - HERMANO

Jayme Caetano Braun - HORA DA SESTA

Jayme Caetano Braun - HOSPITALIDADE

Jayme Caetano Braun - IDENTIDADE

Jayme Caetano Braun - ÍNDIO VAGO

Jayme Caetano Braun - JOGANDO TRUCO

Jayme Caetano Braun - LAÇO

Jayme Caetano Braun - LOS TRES GAUCHOS

Jayme Caetano Braun - MADRUGADA MISSIONEIRA

Jayme Caetano Braun - MÃE CRIOULA

Jayme Caetano Braun - MÁGOA DE POSTEIRO

Jayme Caetano Braun - MAIS UM ANO

Jayme Caetano Braun - MATE AMARGO

Jayme Caetano Braun - MEU CANTO

Jayme Caetano Braun - MEU PEDIDO

Jayme Caetano Braun - MEU PINGO

Jayme Caetano Braun - MEU RANCHO

Jayme Caetano Braun - MILONGA DA PANELA

Jayme Caetano Braun - MISSIONEIRO

Jayme Caetano Braun - MOMENTO SÉRIO

Jayme Caetano Braun - MORREU O JACINTO LOUCO

Jayme Caetano Braun - MORREU O VELHO, CHÔ-ÉGUA

Jayme Caetano Braun - NATAL GALPONEIRO

Jayme Caetano Braun - NEGRINHO DO PASTOREIO

Jayme Caetano Braun - NOBRE TUPÃBAÉ

Jayme Caetano Braun - O MENINO POETA

Jayme Caetano Braun - O VENTO E O PAYADOR

Jayme Caetano Braun - ODE ÀS MISSÕES E AO ÍNDIO MISSIONEIRO

Jayme Caetano Braun - OFERTA

Jayme Caetano Braun - OUTRO JANEIRO

Jayme Caetano Braun - PAISAGENS PERDIDAS

Jayme Caetano Braun - PANELA DE CARRETEIRO

Jayme Caetano Braun - PARAÍSO PERDIDO

Jayme Caetano Braun - PAYADA

Jayme Caetano Braun - PAYADA DAS PRIMAVERAS

Jayme Caetano Braun - PAYADA DO ANO NOVO

Jayme Caetano Braun - PAYADA DO NEGRO LÚCIO

Jayme Caetano Braun - PAYADA DO SAFENADO

Jayme Caetano Braun - PAYADA-CHIMARRÃO E POESIA

Jayme Caetano Braun - PONCHO PÁTRIA

Jayme Caetano Braun - PONTEIOS

Jayme Caetano Braun - POUSO DE CARRETAS

Jayme Caetano Braun - PRA TI GURIA

Jayme Caetano Braun - PRECE

Jayme Caetano Braun - QUERÊNCIA

Jayme Caetano Braun - QUERÊNCIA TEMPO E AUSÊNCIA

Jayme Caetano Braun - QUERO-QUERO!

Jayme Caetano Braun - QUISERA TER SIDO

Jayme Caetano Braun - RELHO PRATEADO

Jayme Caetano Braun - REMORSOS DE CASTRADOR

Jayme Caetano Braun - RENASCIMENTO

Jayme Caetano Braun - SANGUE FARRAPO

Jayme Caetano Braun - SEM DIPLOMA

Jayme Caetano Braun - SEU ESMILINDRO

Jayme Caetano Braun - SILÊNCIO E LUZ

Jayme Caetano Braun - TACUAPI

Jayme Caetano Braun - TAPERA

Jayme Caetano Braun - TIO ANASTÁCIO

Jayme Caetano Braun - TROVADOR NEGRO

Jayme Caetano Braun - ÚLTIMA RINHA

Jayme Caetano Braun - ÚLTIMO BOCHINCHO

Jayme Caetano Braun - UMBU SOLITÁRIO

Jayme Caetano Braun - VENTO SUL

JoĂŁo Airton Santos EugĂȘnio - POESIA GAUDÉRIA

João Alberto Escobar de Andrade - AUTO “GAUDÉRIO” DE REINTEGRAÇÃO DE POSSE

JoĂŁo AntĂŽnio Marin Hoffmann - DOMANDAS D'UM VELHO RIO

JoĂŁo AntĂŽnio Marin Hoffmann - FLOR DE LIZ!!!

JoĂŁo AntĂŽnio Marin Hoffmann - RECULUTA DE VERSOS

João AntÎnio Marin Hoffmann e Sebastião Teixera Correa - SESMARIA D'ÁGUA E SAL

JoĂŁo AraĂșjo Pio de Almeida Neto - INSÍGNIA

JoĂŁo AraĂșjo Pio de Almeida Neto - IPICUÉ

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - A CHEGADA DO MEU PRIMEIRO NETO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - A PROCURA DE UM CAMBICHO

João Batista de Oliveira Gomes - À PROCURA DE UM FANDANGO

João Batista de Oliveira Gomes - A VIDA DE UM PEÃO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - AGRADECENDO UM PRESENTE

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - ANITA

João Batista de Oliveira Gomes - AO PÉ DO FOGO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - APELO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - AQUELE BAITA DOBRADO

João Batista de Oliveira Gomes - ASSIM É QUE SOU

João Batista de Oliveira Gomes - ASSISTINDO UM BAILÃO

João Batista de Oliveira Gomes - AVENTURA DE PEÃO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - BODAS DE OURO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - CARRETA

João Batista de Oliveira Gomes - CHAPÉU VELHO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - CONVERSANDO COM MEU FILHO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - CUSCO AMIGO

João Batista de Oliveira Gomes - CUSCO TÓZINHO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - ENTREVEIRO NO FANDANGO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - FESTA E RODEIO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - GAROPABA

João Batista de Oliveira Gomes - HOMENAGEM A MINHA MÃE

João Batista de Oliveira Gomes - HOMENAGEM AO PATRÃO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - LEMBRANDO MEU PASSADO

João Batista de Oliveira Gomes - LEMBRANDO MINHA INFÂNCIA

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - MALA DE RISCADO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - MARCAS DE UM PASSADO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - MENINO DE RUA

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - MEU JEITO DE SER

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - MEU PASSO FUNDO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - MINHA GAITA COMPANHEIRA

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - MORENA

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - NEGRINHO DO PASTOREIO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - NOVA TROPEADA

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - O ENCONTRO DO ASSIS E O DELEGADO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - O HOMEM DA CUIA GRANDE

João Batista de Oliveira Gomes - PEÃO DESPREZADO

João Batista de Oliveira Gomes - PEÃO GAUDÉRIO

João Batista de Oliveira Gomes - PETIÇO PIÁ

João Batista de Oliveira Gomes - PETIÇO ROSILHO

João Batista de Oliveira Gomes - PRECE AO PATRÃO

João Batista de Oliveira Gomes - PRENDA GAÚCHA

João Batista de Oliveira Gomes - PROCURANDO UM PÉ DE ENCRENCA

João Batista de Oliveira Gomes - PROEZAS DE UM GAUDÉRIO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - PRONTO PARA UMA NOVA CAMPEREADA

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - QUINZE ANOS

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - RECADO A MEU VELHO PAI

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - RESGATANDO O PASSADO

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - RETRATO DE CAUDILHOS

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - SAUDADE DE VACARIA

João Batista de Oliveira Gomes - SENTIMENTO DE UM PEÃO

João Batista de Oliveira Gomes - SÓ DE RABICHO E PEITEIRA

JoĂŁo Batista de Oliveira Gomes - TROPA DE VERSOS

João Batista de Oliveira Gomes - UM GAÚCHO NA LAMBADA

João Batista de Oliveira Gomes - UMA VIDA, UMA HISTÓRIA

João Batista de Oliveira Gomes - VERANEIO DE UM GAÚCHO

JoĂŁo Carlos Fontoura - DAS MARIAS QUE FICARAM

JoĂŁo Carlos Fontoura - DAS PAISAGENS QUE TRAGO

João Carlos Fontoura - DEPOIS DA ÚLTIMA PORTEIRA

JoĂŁo Carlos Fontoura - UM DIA DE NATAL

JoĂŁo da Cunha Vargas - DEIXANDO O PAGO

João da Cunha Vargas - GAUDÉRIO

João de Deus Vieira Alves - ONDE ESTÃO OS "ABAS LARGAS"?

JoĂŁo de Freitas - ADEUS VELHO PAYADOR

JoĂŁo Freitas - PRENDA MIRIM

JoĂŁo Luiz Pereira Ourique - EU SOU COMO O VERSO

JoĂŁo Nazareno Barbosa Filho - NEGRO FARROUPILHA

JoĂŁo Palma da Silva - ANSIEDADE

JoĂŁo Palma da Silva - HOSPITALIDADE

JoĂŁo Palma da Silva - NOSTALGIA

João SimÔes Lopes Netto - CAMPEANDO E CANTANDO

João SimÔes Lopes Netto - O CAVALO E O FOLCLORE

Joel Bento Carvalho - CHASQUE SAUDOSO

Joel Capeletti - DESCAMINHOS

Joel Capeletti - LEGADO

Joel Capeletti - MEMÓRIAS

Joel Capeletti - NUANCES DE PEREGRINAÇÃO

Joel Capeletti - SENHOR DAS ÁGUAS

Jorge Claudemir Soares - DE SECA E ENXURRADA

Jorge Claudemir Soares - PRELÚDIO À UM CAMPO MORTO

Jorge Lima - CANTO XUCRO

Jorge Lima - DA MODA ANTIGA

Jorge Lima - FILOSOFIA DO MATE

Jorge Lima - FILOSOFIA DO MATE

Jorge Lima - HERANÇAS

Jorge Lima - HERANÇAS

Jorge Lima - MINHA ALMA DE GALPÃO

Jorge Lima - MINHA ALMA DE GALPÃO

Jorge Lima - MODERNISMO

Jorge Lima - NOITE DE GEADA

Jorge Lima - PEDIDO DE NATAL

Jorge Lima - RAÍZES

Jorge Lima - VERSOS PARA RECORDAR

Jorge Luiz Chaves - A COXILHA DOS AUSENTES

Jorge Luiz Chaves - RELATOS DE SINA... E CAMPO

Jorge Luiz Chaves - UM HOMEM NO RUMO DO SEU TEMPO

Jorge Luiz da Silva Lima - HOMENAGEM A TRÊS MESTRES

Jorge Luiz da Silva Lima - PEALO NA SORTE

Jorge Moreira - MINHA MÃE

José Antunes da Silva Sobrinho - MATEANDO SAUDADES

JosĂ© AtanĂĄsio Borges Pinto - MISTÉRIOS DA NOITE ESCURA

José Athanåsio Borges / Dorotéo Fagundes - SEGREDOS DO MEU CAMBICHO

José Augusto Fiorin - MULHER DE FIBRA E CORAGEM

José Barros Vasconcellos - MANEADOR

José Carlos Batista de Deus - AOS QUE PLANTAM VERSOS

JosĂ© Carlos Cardoso Goularte - DE GAÚCHO E DE CAVALOS

José Carlos Ribeiro Hudson - CANCHA DE TAVA

José de Figueiredo Pinto - CONVERSANDO COM JOÃO BARREIRO

José de Figueiredo Pinto - RUMO DO ORIENTE

José de Jesus Alves Camargo - NO LOMBO DO VENTO

José Henrique Azambuja - HOMENS E PÁTRIAS

José Henrique Azambuja - NOITE ETERNA

José Hilårio Retamozzo - COCHO DE SAL

José Hilårio Retamozzo - CRUZ DO MARAGATO

JosĂ© HilĂĄrio Retamozzo - EXALTAÇÃO FARROUPILHA

José Hilårio Retamozzo - GALPÃO

JosĂ© ItajaĂș Oleques Teixeira - BOMBACHA LARGA

JosĂ© ItajaĂș Oleques Teixeira - DESCENDÊNCIA GAÚCHA

JosĂ© ItajaĂș Oleques Teixeira - MEU VELHO!

JosĂ© ItajaĂș Oleques Teixeira - QUANDO MORRE UM TRADICIONALISTA

JosĂ© ItajaĂș Oleques Teixeira - TRAPO SAGRADO

JosĂ© ItajaĂș Oleques Teixeira - ÚLTIMA TROPEADA

José Jaime Varela - ANITA GARIBALDI

José Leal Filho - NEGRO MALAQUIAS

José Leal Filho - QUANDO EU VOLVER

José Luis Flores Moró - AFOGADOS

José Luis Flores Moró - AQUELAS LUZES QUE PERDI NO DIA

José Luis Flores Moró - DOCES BONECAS

José Luis Flores Moró - EU VI

José Luis Flores Moró - GUERRA E LAVRA

José Luis Flores Moró - LUZES DO CAMPO

José Luis Flores Moró - O FILHO VARÃO

José Luis Flores Moró - PECHINCHAS

José Luis Flores Moró - PELOS CAMINHOS DAS CHEIAS

José Luis Flores Moró - PELOS CAMINHOS DAS CHEIAS

JosĂ© Luis Flores MorĂł - PÓ DE ESTRADA

José Luis Flores Moró - PROSEADAS SOLITAS

José Luis Flores Moró - RIMAS DE RIOS E REMOS

José Machado Leal - A LENDA DA RITA

José Machado Leal - BUSCA

José Machado Leal - CANTO XUCRO

José Machado Leal - COMPOSITOR DE CAVALOS

José Machado Leal - LAMENTO DE MULHER

José Machado Leal - NO TEMPO DOS PAIS

José Machado Leal - O APITO DO TREM

José Machado Leal - OS POTROS E O VENTO

José Machado Leal - PEALO DE CUCHARRA

JosĂ© Machado Leal - RAZÕES DE SER

JosĂ© Machado Leal - ROMANCE DO PEÃO DE ESTÂNCIA

José Machado Leal - ROMANCE DO PEÃO GUERREIRO

José Machado Leal - SORRISO

José Machado Leal - TESOURO DE AMOR

José Mendes - ROUBEI A FAZENDEIRA

José Oliveira Estivalet - CHAGAS DO TEMPORAL

José Oliveira Estivalet - MENESTREL DOS CARDEAIS

José Oliveira Estivalet - MEU INTENTO

José Oliveira Estivalet - PAIXÃO INFINITA

José Paulo Fialho - ORGULHO DO MEU PAI

JosĂ© Valmor Moura Oliveira - PIÁ DE ESTÂNCIA

Juan Carlos Pirali - CARRETA

Juan Carlos Pirali - EPOPEYA FARROUPILLA

Juarez Machado de Farias - APENAS UM PIRILAMPO

Juarez Machado de Farias - BENTO GONÇALVES CHEGANDO NA CASA DO POVO

Juarez Machado de Farias - ESTRELAS D'ÁGUA

Juarez Machado de Farias - EU VI DEUS NO MEU RANCHO

Juarez Machado de Farias - FUNERAL DO VAGALUME

Juarez Machado de Farias - LIRA DE CAMPO E RIO

Juarez Machado de Farias - O ANDARILHO E A ESTRADA

Juarez Machado de Farias - O ANDARILHO E A ESTRADA

Juarez Machado de Farias - O FORNEIRO E O PORTEIRÃO

Juarez Machado de Farias - O FORNEIRO E O PORTEIRÃO

Juarez Machado de Farias - O ÚLTIMO CHAPÉU

Juarez Machado de Farias - PAMPEANA GOTA DE ORVALHO

Juarez Machado de Farias - RIMA DE GALPÃO

Juarez Machado de Farias - SE MARX FOSSE PEÃO

Juarez Machado de Farias - TRÊS-MARIAS DE SONHAR

Juarez Machado de Farias - UM PÁSSARO SEM SOMBRA

Juarez Machado de Farias - UMA HISTÓRIA DE INFINITOS

Juarez Machado de Farias - VIAGEM NO ALÉM DAS ASAS

Julio CĂ©sar Paim - DOS RETALHOS DE UM MUNDO COR-DE-ROSA

Julio CĂ©sar Paim - O RETRATO DE QUANDO O ONTEM ACORDOU GURI

Julio CĂ©sar Paim - OS PRIMEIROS VERSOS DE AMOR A TERRA

Julio CĂ©sar Paim - PARTILHA

Julio CĂ©sar Paim - POTROS DE LUZ

Julio CĂ©sar Paim - QUE VENTOS TE TRAZEM?

Julio CĂ©sar Paim - SILHUETA DE UMA MULHER ANTIGA(FORA DE SEU TEMPO)

Julio CĂ©sar Paim - SÓ DE FLOR DE PITANGUEIRA

Jurema Chaves - A VOLTA DO ANJO GUERREIRO

Jurema Chaves - ALMAS GÊMEAS

Jurema Chaves - AMOR A TERRA

Jurema Chaves - BELEZA PAMPEANA

Jurema Chaves - CAMINHOS

Jurema Chaves - CANÇÃO DE EMBALAR SONHO

Jurema Chaves - CANÇÃO DO PAGO

Jurema Chaves - CANTO DA NATUREZA

Jurema Chaves - DESCENDÊNCIA

Jurema Chaves - DEVANEIOS

Jurema Chaves - ENCANTOS DO SUL

Jurema Chaves - FLOR GAÚCHA

Jurema Chaves - FLORZINHA DO PAGO

Jurema Chaves - GAÚCHA TRADIÇÃO

Jurema Chaves - GAUCHINHA

Jurema Chaves - JARDIM DA VIDA

Jurema Chaves - MENSAGEM DE AMOR

Jurema Chaves - PEÃO DO RIO GRANDE

Jurema Chaves - POEMA DE AMOR ETERNO

Jurema Chaves - PONCHO DE AUSÊNCIA

Jurema Chaves - PRENDINHA FELIZ

Jurema Chaves - PROMESSAS

Jurema Chaves - PROMESSAS DE PEÃO

Jurema Chaves - RAÍZES

Jurema Chaves - RASTROS E SONHOS

Jurema Chaves - SAUDADE

Jurema Chaves - SEMENTE DE AMOR

Jurema Chaves - SONHOS PERDIDOS

Jurema Chaves - TROPILHA DE AFAGOS

Jurema Chaves - VOZES DO CAMPO

Jurema Chaves - XUCRA SAUDADE

Laci Osório - IBIRAPUITÃ

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - A SECA

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - ALMA DE CAMPO

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - ALMA DE POTRO

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - AOS OLHOS DE UM ÍNDIO XUCRO

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - COPLAS PARA UM FIM DE TARDE

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - ESSES CAMPEIROS

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - IMAGENS

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - IMAGENS

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - O TROPEIRO E A TAPERA

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - POEMITA CAMPEIRO PARA UMA TARDE DE CHUVA

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - RAÍZES DO TEMPO ANTIGO

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - RAÍZES DO TEMPO ANTIGO

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - RODEIO DAS ALMAS

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - ROMANCE DO DOMADOR

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - SAUDADE

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - SAUDADE

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - TERRA

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - TRIBUTO A UM MARCA-TOURO

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - ÚLTIMO RASTRO

Lauro Antonio CorrĂȘa SimĂ”es - VERSOS PARA UM QUARTO DE LUA

Lauro Rodrigues - CAVALO PICAÇO

Lauro Rodrigues - SAUDADE

Lauro Rodrigues - SAUDADE

Lauro Teodoro - DE QUANDO EM VEZ NUMA ESTÂNCIA

Lauro Teodoro - MEMÓRIAS DO TREM

Lauro Teodoro - Menina Campesina

Lauro Teodoro - O CICLO DO CASARÃO

Laury dos Santos - BONITAÇA E QUERENDONA

Laury dos Santos - FOGÃO GAÚCHO

Leandro AraĂșjo - CANTOS DE AMOR AO CAMPO

Leandro AraĂșjo - SONHOS DE UM GURI CAMPEIRO

Lenin Nunez - NÃO HÁ PANDORGAS NO CÉU

LĂ©o Almeida/Nilo Barrios de Brum - TROPEIROS

LĂ©o Ribeiro de Souza - BONECA DE PANO

Léo Ribeiro de Souza - DIÁRIO DE GUERRA

Léo Ribeiro de Souza - LÁ NAS CONTENDAS

LĂ©o Ribeiro de Souza - MEMORIAL DE UM TEMPO ANTIGO

LĂ©o Ribeiro de Souza - PRENDINHA

LĂ©o Ribeiro de Souza - RIO GRANDE

LĂ©o Santos Brum - DISPARO DE TROPA

LĂ­dio Paulo Hannecker Neto - DESTINO ANIMAL

Lisandro Amaral - NOS OLHOS DAS PENAS

Lisandro Amaral - SEM SABER REZAR

Lisandro Amaral - SEM SABER REZAR

Loresoni da Rosa Barbosa - "REGALO" À SEU ZÉ DAS LAVRAS

Loresoni da Rosa Barbosa - A QUEM FICOU NA SOLEIRA

Loresoni da Rosa Barbosa - DEPOIS DOS CAMPOS TALVEZ

Loresoni da Rosa Barbosa - DOCE ELEGIA AO DOMADOR AUSENTE

Loresoni da Rosa Barbosa - ELEGIA À PÁTRIA AMADA

Loresoni da Rosa Barbosa - ELEGIA AO ÚLTIMO INVERNO

Loresoni da Rosa Barbosa - ESTAÇÃO 93

Loresoni da Rosa Barbosa - ESTIAGEM

Loresoni da Rosa Barbosa - MONUMENTOS

Loresoni da Rosa Barbosa - NA INOCÊNCIA DOS MATES

Loresoni da Rosa Barbosa - NA PENUMBRA DOS LUZEIROS

Loresoni da Rosa Barbosa - O VISIONÁRIO E SEU DEUS

Loresoni da Rosa Barbosa - PÁSSARO DO MUNDO

Loresoni da Rosa Barbosa - PAYADOR EM PRETO E BRANCO

Loresoni da Rosa Barbosa - PRA QUEM TEM A ALMA NOS "BASTO"

Loresoni da Rosa Barbosa - QUANDO UM PÁSSARO DEIXA O NINHO

Loresoni da Rosa Barbosa - QUEM DEIXA A ALMA TAPERA NÃO DISTANCIA A SAUDADE

Loresoni da Rosa Barbosa - ROMANCE DO GUASQUEIRO SÓ

Loresoni da Rosa Barbosa - SAUDADES DA VIDA

Loresoni da Rosa Barbosa - VISITA

Lucas Klein - MINHA PRENDA MIRIM

Lucidoro Brito - MILONGUEANDO

Lucidoro Brito - ZAINO VELHO

Ludwicg LarrĂ© - VOVÓ MIMOSA, PARTEIRA

Luis Clåudio/Elton Saldanha - UM SONHO DE VERÃO

Luis Lopes de Souza - A CELA

Luis Lopes de Souza - A RODA DA HISTÓRIA RODA

Luis Lopes de Souza - DAS COPLAS DE ALGUM ANDEJO

Luis Lopes de Souza - MONÓLOGO DE UM RANCHO APENAS

Luis Lopes de Souza - MORTO... AGORA VIVO O PROSCRITO

Luis Lopes de Souza - O CAPELÃO

Luis Lopes de Souza - OS GUARDIÕES DAS INVERNIAS

Luis Lopes de Souza - RESTOLHOS

Luis Lopes de Souza - SOBEJOS DE UM ANDARENGO

Luis Marenco/Jayme Caetano Braun - ESPERA

Luiz Alberto Ibarra - O DESPERTAR DO PAGO

Luiz Alberto Ibarra - RUMO

Luiz Carlos Barbosa Lessa - MEU CUSCO OVERO

Luiz Coronel - A CONSTRUÇÃO DA MILONGA

Luiz Coronel - A PARTIDA, INDO EMBORA DE TREM

Luiz Coronel - A TRISTE MILONGA DE LEONTINA DAS DORES À ESPERA DE SEU HOMEM

Luiz Coronel - ARROGÂNCIAS DE MILONGAS

Luiz Coronel - BARBA DE FARELO

Luiz Coronel - BOTA DE GARRÃO

Luiz Coronel - CANTO DA PAIXÃO DE ANITA POR SEU AMADO GIUSEPPE

Luiz Coronel - CANTO DE MORTE DE GAUDÊNCIO SETE LUAS

Luiz Coronel - CANTO DE PRIMEIRO AMOR DE LEONTINA DAS DORES

Luiz Coronel - CANTO E LAMENTO DO VELHO SEMEADOR

Luiz Coronel - CIRCO DE BORLANTINS

Luiz Coronel - CORAÇÃO FARROUPILHA

Luiz Coronel - CORDAS DE ESPINHO

Luiz Coronel - DAS DORES FALA DE FLORES

Luiz Coronel - DESTERRADOS

Luiz Coronel - DESVALIDOS

Luiz Coronel - DUELO DAS DESPEDIDAS

Luiz Coronel - DUELO DE ADAGAS

Luiz Coronel - FLOR DE LARANJEIRA

Luiz Coronel - FUNERAL DAS RESES

Luiz Coronel - GAUDÊNCIO SETE LUAS

Luiz Coronel - GAUDÊNCIO SETE LUAS AVALIA SUA GUITARRA

Luiz Coronel - GAUDÊNCIO SETE LUAS FALA DE AMORES

Luiz Coronel - GAUDÊNCIO SETE LUAS FALA DE CARTEADAS

Luiz Coronel - GAUDÊNCIO SETE LUAS FALA DE CRENDICES E ASSOMBRAÇÕES

Luiz Coronel - GAUDÊNCIO SETE LUAS FALA DE GINETEADAS

Luiz Coronel - GAUDÊNCIO SETE LUAS FALA DE PENCAS

Luiz Coronel - GAUDÊNCIO SETE LUAS FALA DE REVOLUÇÕES

Luiz Coronel - GAUDÊNCIO SETE LUAS TEM UM CANTO DE SAUDADES

Luiz Coronel - GUITARREIO PARA UM GUITARRISTA

Luiz Coronel - IMIGRANTINOS

Luiz Coronel - LEONTINA DAS DORES

Luiz Coronel - LEONTINA DAS DORES À ESPERA DE SEU FILHO

Luiz Coronel - LEONTINA DAS DORES PEDE AO FILHO QUE NÃO PARTA

Luiz Coronel - MÃOS CAMPEIRAS

Luiz Coronel - MATE AMARGO E PALHEIRO

Luiz Coronel - MEMÓRIAS SENTIMENTAIS DE UM LOBISOMEM DE FAXINAL DO SOTURNO

Luiz Coronel - MINUANO DOS SUSPIROS

Luiz Coronel - MORADIA

Luiz Coronel - NATALÍCIO

Luiz Coronel - NAVE PAMPEANA

Luiz Coronel - O BOI LERDO DA TRISTEZA

Luiz Coronel - O CAMINHO DE VOLTA

Luiz Coronel - O CAMPEADOR E O VENTO

Luiz Coronel - O DIA DA INAUGURAÇÃO DO MUNDO

Luiz Coronel - O DOMADOR

Luiz Coronel - O PAJADOR AFIADO

Luiz Coronel - O SEMEADOR

Luiz Coronel - O TEMPO

Luiz Coronel - O VENTO

Luiz Coronel - OS CAVALOS DO TEMPO

Luiz Coronel - OS FRUTOS DOURADOS DO SOL

Luiz Coronel - PARTIDA

Luiz Coronel - PILCHAS

Luiz Coronel - PONCHO E PALA

Luiz Coronel - PRIMEIRO AMOR

Luiz Coronel - RAZÕES DA PARTIDA

Luiz Coronel - REBANHO DE AGONIAS

Luiz Coronel - REBANHO DE ESTRELAS

Luiz Coronel - RECOMENDAÇÕES DA PORTEIRA

Luiz Coronel - REMEMBRANÇAS

Luiz Coronel - REZAS AO PÉ DO BERÇO

Luiz Coronel - ROMANCEIRO DA ERVA-MATE

Luiz Coronel - SERVENTIA

Luiz Coronel - TERNO DE REIS

Luiz Coronel - TERRA AMADA

Luiz Coronel - TERRA, CÉU E MAR

Luiz Coronel - VENTANIAS DE OUTONO

Luiz Coronel - VERSEJANDO EM CAMPO ABERTO

Luiz Menezes - A MORTE DE PEDRO NINGUÉM

Luiz Menezes - ALÉM DO HORIZONTE

Luiz Menezes - BRINQUEDOS DE GURI

Luiz Menezes - CACIMBA

Luiz Menezes - FAZ TANTO TEMPO

Luiz Menezes - FOGUETEIRO

Luiz Menezes - MINUANO

Luiz Menezes - O SONHO DO CARRETEIRO

Luiz Menezes - PAISANO

Luiz Menezes - PEONA

Luiz Menezes - PRETA VELHA "SIÁ" MARIA

Luiz Menezes - RIO QUARAÍ

Luiz Menezes - ÚLTIMA LEMBRANÇA

Luiz Menezes - ÚLTIMO POUSO

Luiz Menezes - UM RANCHO NO CÉU

Lurimar Fiuza - EU SOU GAÚCHO

Lurimar Fiuza - NO LUME DO BOITATÁ

Maicon Cigolini - A PROSA DO MEDO

Maicon Cigolini - CONFIDÊNCIAS DE ALGUÉM SÓ

Maicon Cigolini - ESSE MUNDO NÃO FOI FEITO PRA MIM

Maicon Cigolini - GAÚCHOS NÃO DIZEM ADEUS

Maicon Cigolini - MAIS CONFIDÊNCIAS DE ALGUÉM SÓ, PORQUE SONHOS NUNCA MORREM

Maicon Cigolini - MAIS UM FINAL QUE NÃO FOI FELIZ

Maicon Cigolini - RETALHOS DE ALMA

Maicon Cigolini - TAURA VELHO

Maicon Cigolini - UM VELHO HERÓI QUE O TEMPO TERMINOU

Mano Terra - ENTÃO BUENAS

Mano Terra - IDENTIDADE

Mano Terra - LIBELO CONTRA UM LADRÃO DE FAZERES, ANSEIOS E DEVANEIOS: O PROGRESSO

Mano Terra - O PROGRESSO

Mano Terra - O VAZIO DA AUSÊNCIA

Mano Terra - PÁTRIA DO SUL

Mano Terra - SOLO Y LIBRE

Mano Terra - TRIBUTO A UM GAÚCHO

Mano Terra - UMA PRENDA CHAMADA ANITA

Manoel do Nascimento Vargas Netto - TAPERA

Manoel Mac Mahon Pontes - O GAÚCHO E O TREM

Manoelito Guglielmi de Ornellas - MISERERE BÁRBARO

Marcelo Coelho da Silva - EL NEGRO

Márcio de Andrade Madalena - DO GAÚCHO À DOM VICENTE

MĂĄrcio Fava/Mauro Lanfredi - VERSOS PARA UM TROPEIRO

Marco AntĂŽnio Dutra - AMIGOS QUE TENHO

Marco Antînio Dutra - ANDANÇAS E AMORES

Marco Antînio Dutra - AUSÊNCIA DE ALMA CAMPEIRA

Marco AntĂŽnio Dutra - COM OS TEUS OLHOS

Marco AntĂŽnio Dutra - COPLAS PARA UM HOMEM RURAL

Marco AntĂŽnio Dutra - DE ALMA ENCILHADA

Marco AntĂŽnio Dutra - DESTINO DE UM DOMADOR

Marco AntÎnio Dutra - DIA DE PEÃO

Marco AntĂŽnio Dutra - HOMBRE SIN LA IDENTIDAD

Marco AntĂŽnio Dutra - HOMEM CAMPEIRO

Marco Antînio Dutra - IMARUÍ EM ALERTA

Marco Antînio Dutra - LAÇOS DE AMOR

Marco AntÎnio Dutra - MÃE, MULHER ANGICO

Marco AntĂŽnio Dutra - MONARCA

Marco AntÎnio Dutra - OS DE ONTEM FAZENDO O AMANHÃ

Marco Antînio Dutra - PRELÚDIO DE UMA GUITARRA EM NOITE DE LUA GRANDE

Marco AntĂŽnio Dutra - PROSA EM SOLO

Marco Antînio Dutra - QUEM SOIS VÓS, NAZARENAS?

Marco AntĂŽnio Dutra - RESTOS DA ALMA

Marco AntĂŽnio Dutra - ROMANCE DO EMILIANO

Marco AntĂŽnio Dutra - RUMBEANDO SAUDADES

Marco AntĂŽnio Dutra - SER MULHER

Marco AntĂŽnio Dutra - UMA JANELA CHAMADA SAUDADE

Marco Aurélio Campos - EIS O HOMEM

Marco Aurélio Campos - PARA QUE TU SAIBAS

Marco Pollo Giordani - GALPÃO

Marco Pollo Giordani - POEMA AO CAMPEADOR

Marco Pollo Giordani - ROSITA

Maria Alzira Castilhos Freitas Tacques - ODE A SÃO BORJA

Maria Beatriz Magalhães Santos - A VOZ DO GALPÃO

Maria Beatriz Magalhães Santos - ÁGUA FONTE DE VIDA DO UNIVERSO

Maria Beatriz Magalhães Santos - NO ABRIGO DO TEU CORAÇÃO

Maria Beatriz MagalhĂŁes Santos - NO RASTRO DOS SONHOS

Maria Beatriz Magalhães Santos - NO TEU CÉU INTERIOR

Maria Beatriz Magalhães Santos - QUERÊNCIA DE SEPÉ

Maria Ester Vidal - A FALTA QUE FAZ

Maria Ester Vidal - LEMBRANDO A NATIVA

Maria Pampim - ERA UMA VEZ

Maria Pampim - PALHEIRO DE ILUSÃO

Maria Pampim - SABER...E PAZ...

Maria Pampim - SAUDADE

Maria Pampim - SINUELOS DE SONHO

Maria Pampim - TEMPO PARA SONHAR

Maria Pampim - TOMBOS

Mariléia de Souza - SAUDADE

MĂĄrio Amaral - PELOS BEIRAIS DA LAGOA

Mateus Neves da Fontoura - ANHANGÜERA

Mauricio Tomazini - AMIZADE DE GAUDÉRIO

Mauricio Tomazini - ESSA PRENDA

Mauricio Tomazini - ORGULHO DE GAÚCHO

Mauricio Tomazini - PEALOS DA VIDA

Mauricio Tomazini - TIRO DE LAÇO

Mauricio Tomazini - UM RANCHO SEM DESTINO

Maurinho Monteiro - GRANDES AMIGOS

Mauro Ubiratan Pereira da Rosa - BUSCANDO FLORES

Miguel Cimirro/Delci Oliveira - LANCEIROS NEGROS

Miguel Magalhães de Castro - ROMANCE DE UM PEÃO ERRANTE

Miguel Marques/Nenito Sarturi - MANHÃS

Milton Sebastião de Souza - CRISTO GAÚCHO

Milton SebastiĂŁo de Souza - ESTRELA CADENTE

Moacir D'Avila Severo - A PRECE DE MARIA

Moacir D'Avila Severo - APELO

Moacir D'Avila Severo - BIRRAS

Moacir D'Avila Severo - COMO CHUVAS NUM CAFUNDÓ

Moacir D'Avila Severo - DESEJOS

Moacir D'Avila Severo - FUNERAL DE TROPAS

Moacir D'Avila Severo - IBIRAPUITÃ

Moacir D'Avila Severo - LIBERDADE

Moacir D'Avila Severo - MENSAGEM DE MILONGAS

Moacir D'Avila Severo - O DESTERRADO

Moacir D'Avila Severo - PEQUENO ENGRAXATE

Moacir D'Avila Severo - SANCHURI

Moacir D'Avila Severo - UM CERTO LOUCO

Moacir D'Avila Severo - UM HERÓI

Moacir D'Avila Severo - VERSO LIVRE

Moisés Silveira de Menezes - A FACA DE ADÃO LATORRE

MoisĂ©s Silveira de Menezes - À MARGEM DA BIOGRAFIA DE PEDRO, UM DOMADOR

Moisés Silveira de Menezes - AS NOITES DO GUASSUPI

MoisĂ©s Silveira de Menezes - CANÇÃO DO EXÍLIO 2001

Moisés Silveira de Menezes - CARTA ABERTA AO GURI QUE FUI

Moisés Silveira de Menezes - DE QUANDO O ROSTO DA PRENDA VISITA O SONHO DA GENTE

MoisĂ©s Silveira de Menezes - DÉCIMA INCONCLUSA AOS RECUERDOS

MoisĂ©s Silveira de Menezes - DIVAGAÇÕES SOBRE UMA PASSANTE AO ACASO

MoisĂ©s Silveira de Menezes - FRAGMENTOS MEMORIAIS DE UM ANÔNIMO

Moisés Silveira de Menezes - IMAGENS NOTURNAS

MoisĂ©s Silveira de Menezes - ODE À SENHORA DO SOBRADO

Moisés Silveira de Menezes - POEMA DO SINGELO AMOR

Moisés Silveira de Menezes - POR NÃO VIVER NO POEMA

MoisĂ©s Silveira de Menezes - PORTEIRA FECHADA...NÃO SE VÊ NINGUÉM VOLTANDO

Moisés Silveira de Menezes - PROCISSÃO

MoisĂ©s Silveira de Menezes - RAÍZES BEDUÍNAS PARA UM CANTO GAÚCHO

MoisĂ©s Silveira de Menezes - RAPSÓDIA PARA UM SENHOR DE BARCAS E RIOS

MoisĂ©s Silveira de Menezes - RAZÕES DE CANTO E VIVER

MoisĂ©s Silveira de Menezes - RELATO DO POSTEIRO SÓ

MoisĂ©s Silveira de Menezes - RÉQUIEM PARA JUVÊNCIO GUTIÉRREZ

Moisés Silveira de Menezes - ROMANCE DE CAMPO E MAR

Moisés Silveira de Menezes - UM CANTO PARA MATEAR SOLITO

MoisĂ©s Silveira de Menezes - UM CERTO CAPITÃO MARIANO FLÔRES

Moisés Silveira de Menezes - VISITA PRA BOCA DA NOITE

Moisés Silveira de Menezes - VOU EMBORA

Mozart Pereira Soares - FLETE NEGRO

Nabuco Portes - A CIÊNCIA NÃO EXPLICA

Nabuco Portes - ADAGA

Nabuco Portes - ALMA DE CAMPO

Nabuco Portes - AMIGOS DE PASSO FUNDO

Nabuco Portes - ANDEJO

Nabuco Portes - BALCÃO DE NEGOCIATA

Nabuco Portes - BILHETE

Nabuco Portes - BOLICHO

Nabuco Portes - BRETES

Nabuco Portes - BUGIO

Nabuco Portes - CAMPEIRO

Nabuco Portes - CANHA

Nabuco Portes - CENTAURO

Nabuco Portes - CORVO

Nabuco Portes - DA CORDEONA

Nabuco Portes - DA SAUDADE DE MEU PAI

Nabuco Portes - DO VERBO ANDAR

Nabuco Portes - DOIS TRAPOS

Nabuco Portes - FIM DE RODEIO

Nabuco Portes - FRONTE ERGUIDA

Nabuco Portes - GALPÃO CAMPEIRO

Nabuco Portes - GRITO DA TERRA

Nabuco Portes - GRITO DE ALERTA

Nabuco Portes - HISTÓRIAS DE UM PINGO BAIO

Nabuco Portes - JESUS

Nabuco Portes - JOÃO BARREIRO

Nabuco Portes - JUSTA CAUSA

Nabuco Portes - MANGO

Nabuco Portes - MARCA DE TRABALHISTA

Nabuco Portes - MATE AMARGO

Nabuco Portes - MEU VERSO

Nabuco Portes - NO FLORIR DAS MARGARIDAS

Nabuco Portes - O FIM DE UM VALENTE

Nabuco Portes - O VENTO E O PEREGRINO

Nabuco Portes - O VIRA-BOSTA

Nabuco Portes - PAJADA DO RELEGADO

Nabuco Portes - PELEIA

Nabuco Portes - PERFIL

Nabuco Portes - POTREIRO DE ALMAS

Nabuco Portes - QUERO-QUERO

Nabuco Portes - REMORÇO DO DESGARRADO

Nabuco Portes - RESUMO

Nabuco Portes - TIO SETEMBRINO

Nabuco Portes - TIRADOR

Nabuco Portes - VELHA MARIANA

NatĂ©rcia Cunha Veloso - TROVAS GAÚCHAS

Nelsinho Cassenote Dornelles - ACORDEÃO

Nelsinho Cassenote Dornelles - BARALHO

Nelsinho Cassenote Dornelles - BOLICHO

Nelsinho Cassenote Dornelles - CAÇADOR

Nelsinho Cassenote Dornelles - CARRETEIRO DA SAUDADE

Nelsinho Cassenote Dornelles - CASEIRO

Nelsinho Cassenote Dornelles - CHAPÉU

Nelsinho Cassenote Dornelles - CHINOCAS

Nelsinho Cassenote Dornelles - FIGUEIRA

Nelsinho Cassenote Dornelles - GAITA DE OITO BAIXOS

Nelsinho Cassenote Dornelles - GAITA ROUBADA

Nelsinho Cassenote Dornelles - JOÃO BARREIRO

Nelsinho Cassenote Dornelles - LENDA

Nelsinho Cassenote Dornelles - MAMÃE

Nelsinho Cassenote Dornelles - MEDICINA CASEIRA

Nelsinho Cassenote Dornelles - MENINA MODERNA

Nelsinho Cassenote Dornelles - MENINO DE RUA

Nelsinho Cassenote Dornelles - MULHER

Nelsinho Cassenote Dornelles - NOVO MILÊNIO

Nelsinho Cassenote Dornelles - PALA

Nelsinho Cassenote Dornelles - PEÃO CAMPEIRO

Nelsinho Cassenote Dornelles - PIÁ CAMPEIRO

Nelsinho Cassenote Dornelles - POTRILHO

Nelsinho Cassenote Dornelles - QUERO-QUERO

Nelsinho Cassenote Dornelles - QUITANDEIRO

Nelsinho Cassenote Dornelles - RETRATO

Nelsinho Cassenote Dornelles - SAUDADE

Nelsinho Cassenote Dornelles - TEMPO

Nelsinho Cassenote Dornelles - VAQUINHA

Nelsinho Cassenote Dornelles - VELHA DANADA

Nelsinho Cassenote Dornelles - ZOOLÓGICO

Nicanor Ferreira de Carvalho - GAÚCHOS E CARONAS

Nilda Beatriz Laydner de Castro - COMO O NEGRINHO

Nilda Beatriz Laydner de Castro - PILÕES E SEMENTES

Nilza de Castro - MULHER GAÚCHA

Nitheroy Ribeiro - CANCELA

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - CHASQUE

Nitheroy Ribeiro - FANDANGO

Nitheroy Ribeiro - LEGENDA DE UM RIO

Nitheroy Ribeiro - LENDA DO RIO GRANDE

Nitheroy Ribeiro - QUARAÍ

Nitheroy Ribeiro - REDOMÃO

Oacy Lima Rosenhaim - A CRUA REALIDADE

Oacy Lima Rosenhaim - ANTÔNIO XIRU

Oacy Lima Rosenhaim - BAILE DO FECHA ROSCA

Oacy Lima Rosenhaim - BANDEIRA FARRAPA

Oacy Lima Rosenhaim - BARCO DE SONHOS

Oacy Lima Rosenhaim - BUGIO DO VIRA E MEXE

Oacy Lima Rosenhaim - CAMBONA

Oacy Lima Rosenhaim - CAMINHOS VAZIOS

Oacy Lima Rosenhaim - CANTAR GALPONEIRO

Oacy Lima Rosenhaim - CANTO AO UNIVERSO

Oacy Lima Rosenhaim - CHIMARRÃO

Oacy Lima Rosenhaim - COMEÇO!

Oacy Lima Rosenhaim - CORDAS, CANTO E COURO

Oacy Lima Rosenhaim - DE TANTO ANDAR... CANSOU

Oacy Lima Rosenhaim - DOIS TROPEIROS

Oacy Lima Rosenhaim - ENCONTRO DO TEMPO

Oacy Lima Rosenhaim - ESTRELA BOIEIRA

Oacy Lima Rosenhaim - FILOSOFIA GAUDÉRIA

Oacy Lima Rosenhaim - GAÚCHO

Oacy Lima Rosenhaim - GAÚCHO E FLETE

Oacy Lima Rosenhaim - GAÚCHO, PÁTRIA E TRADIÇÃO

Oacy Lima Rosenhaim - GOTAS DE SOMBRA

Oacy Lima Rosenhaim - GUERRA FRIA

Oacy Lima Rosenhaim - INVERNADA DE SONHOS

Oacy Lima Rosenhaim - LAÇOS DE SANGUE

Oacy Lima Rosenhaim - LEMBRANÇAS MORTAS

Oacy Lima Rosenhaim - LUA E MADRUGADA

Oacy Lima Rosenhaim - MARCA, SINAL E TARCA

Oacy Lima Rosenhaim - MEU CANTO

Oacy Lima Rosenhaim - MULHER GAÚCHA

Oacy Lima Rosenhaim - NA PRISÃO

Oacy Lima Rosenhaim - NÃO ADIANTA LUTAR

Oacy Lima Rosenhaim - NO BAILÃO DO BARBOSINHA

Oacy Lima Rosenhaim - PALHEIRO

Oacy Lima Rosenhaim - PÁSSARO NEGRO

Oacy Lima Rosenhaim - PEÃO SEM DESTINO

Oacy Lima Rosenhaim - PEDAÇOS DE SONHOS

Oacy Lima Rosenhaim - PEDRO MILONGA

Oacy Lima Rosenhaim - QUERO-QUERO

Oacy Lima Rosenhaim - REPONTE DE SAUDADES

Oacy Lima Rosenhaim - RETORNANÇA

Oacy Lima Rosenhaim - RIO GRANDE DO SUL

Oacy Lima Rosenhaim - RIO SANTA MARIA

Oacy Lima Rosenhaim - ROMANCE DE ILUSÕES

Oacy Lima Rosenhaim - SAUDADES

Oacy Lima Rosenhaim - SE EU PUDESSE

Oacy Lima Rosenhaim - SERRANO

Oacy Lima Rosenhaim - SOGAÇOS DA VIDA

Oacy Lima Rosenhaim - SONHO DE LAVRADOR

Oacy Lima Rosenhaim - TERRA E JUSTIÇA

Oacy Lima Rosenhaim - TROPA DE SAUDADE

Oacy Lima Rosenhaim - TROPEADA DE ASTROS

Oacy Lima Rosenhaim - VELHO AMIGO (MIR)

Oacy Lima Rosenhaim - VIDA POTRO

Oacy Lima Rosenhaim - VIDA...ARTE...VINHO

Oacy Lima Rosenhaim - VIVÊNCIA

Odilon Ramos - A VOZ DO PAI

Odilon Ramos - AÇÃO DE GRAÇAS

Odilon Ramos - ACREDITAR

Odilon Ramos - AVE MARIA DO PEÃO

Odilon Ramos - BOA NOITE SOLIDÃO

Odilon Ramos - CANTO DO GUERREIRO DOMINADO

Odilon Ramos - DRAMA NA FAZENDA

Odilon Ramos - JUDIARIA

Odilon Ramos - MOSTRANDO O PAGO

Odilon Ramos - MULHER PAMPEANA

Odilon Ramos - NA BEIRA DA SANGA

Odilon Ramos - NO ADEUS A JAYME

Odilon Ramos - O FILHO DO MEU CUSCO

Odilon Ramos - UM GAUDÉRIO NO PLANETA ATLÂNTIDA

Olmiro Palmeiro de Azevedo - PÁTRIA

Olyntho Sanmartin - MULHER

Orlando Tejo / Edvaldo Chaves / Divaldo Alves - O MEU PAÍS

Oscar Daudt Filho - GAITA

Osório Gonçalves Ramos Neto - ANTIGAMENTE

Osvaldo AtaĂ­de - PORTEIRA DA LIBERDADE

Osvaldo Ataíde - SEMENTES DO AMANHÃ

Osvaldo Machado - DAS RAÍZES QUE SOU

Osvaldo Machado - HERANÇA TRADICIONAL

Paulo Acosta - SIRVAM AS NOSSAS FAÇANHAS

Paulo de Freitas Mendonça - A MORTE DO VELHO TEATINO

Paulo de Freitas Mendonça - AO PAJADOR MISSIONEIRO

Paulo de Freitas Mendonça - APELO

Paulo de Freitas Mendonça - AURELIANO DE FIGUEIREDO PINTO

Paulo de Freitas Mendonça - BEM AMIGO

Paulo de Freitas Mendonça - CAÇADA EM BOM JESUS

Paulo de Freitas Mendonça - CAMPEREANDO AMIZADE

Paulo de Freitas Mendonça - CENTAURO

Paulo de Freitas Mendonça - DISSE JAYME CAETANO

Paulo de Freitas Mendonça - EMPLUMADAS DE POESIA

Paulo de Freitas Mendonça - ENCHENTE

Paulo de Freitas Mendonça - ENTRE FLORES E ESPINHOS

Paulo de Freitas Mendonça - ENTRELAÇADOS NO AMOR

Paulo de Freitas Mendonça - ESTÂNCIA DA HARMONIA

Paulo de Freitas Mendonça - FISGANDO RECUERDOS

Paulo de Freitas Mendonça - FLOR DE MARACUJÁ

Paulo de Freitas Mendonça - FOGO DE CHÃO

Paulo de Freitas Mendonça - GARANHÃO

Paulo de Freitas Mendonça - HONRA, ANSIEDADE, ORGULHO

Paulo de Freitas Mendonça - INCOMPLETA E FUGIDIA

Paulo de Freitas Mendonça - LEMBRANÇAS

Paulo de Freitas Mendonça - MELHOR QUE TER É SER

Paulo de Freitas Mendonça - MENSAGEM DE ANIVERSÁRIO

Paulo de Freitas Mendonça - MEU PAGO

Paulo de Freitas Mendonça - MINHA AVÓ

Paulo de Freitas Mendonça - MINHA FACA

Paulo de Freitas Mendonça - MINHA MÃE

Paulo de Freitas Mendonça - NATIVISMO E ALMA

Paulo de Freitas Mendonça - PAJADA EM CAMPO ABERTO

Paulo de Freitas Mendonça - PAMPA SINFONIA

Paulo de Freitas Mendonça - PAVILHÃO GAÚCHO

Paulo de Freitas Mendonça - PAYADA À MORTE DE UM POETA

Paulo de Freitas Mendonça - PEQUENO AGRICULTOR

Paulo de Freitas Mendonça - PIAZITO

Paulo de Freitas Mendonça - POR SER UM BALDE DE POÇO

Paulo de Freitas Mendonça - RANCHO DE PAU-A-PIQUE

Paulo de Freitas Mendonça - RETORNO DA ALMA

Paulo de Freitas Mendonça - RIO IBICUI

Paulo de Freitas Mendonça - SOL DAS MISSÕES

Paulo de Freitas Mendonça - TEATINO

Paulo de Freitas Mendonça - UMA LUZ ABENÇOADA

Paulo de Freitas Mendonça - XIRU DIVERTIDO

Paulo de Freitas Mendonça / JosĂ© Curbelo - QUERÊNCIAS AMIGAS

Paulo Edson Paim - ALENTO

Paulo Edson Paim - ROMANCE DE JOSÉ DO CANTO

Paulo Moacir Ferreira Bambil - ATÉ UM DIA TEOBALDO

Paulo Moacir Ferreira Bambil - DEFUNTO NO BOLICHO

Paulo Moacir Ferreira Bambil - GUASCA SOLITÁRIO

Paulo Moacir Ferreira Bambil - ÍNDIO DA TERRA GAÚCHA

Paulo Moacir Ferreira Bambil - MÃE SANTA

Paulo Moacir Ferreira Bambil - O PEALO DO TREM

Paulo Moacir Ferreira Bambil - OS LANCEIROS DE CANABARRO

Paulo Moacir Ferreira Bambil - PARA QUE O POTRO VIVA PARA ESCARVAR A TERRA

Paulo Moacir Ferreira Bambil - SIMPLESMENTE JUVENAL

Paulo SĂ©rgio Boita - CERNE NATIVO

Paulo SĂ©rgio Boita - ESTRELA DO PAGO

Paulo SĂ©rgio Boita - GAUDERIANDO

Paulo SĂ©rgio Boita - VELHO TATA

Paulo Toscano - PORONGO

Paulo Zenni AraĂșjo - MEU GALO

Pe. Paulo Aripe - PORQUE OS PADRES NÃO CASAM

Pedro Canísio Braun - PÁTRIA

Pedro Darci de Oliveira - CANTADOR DAS SESMARIAS

Pedro Darci de Oliveira - ESTA NOITE CHOVEU PRATA

Pedro Darci de Oliveira - NOS LIMITES DO MEU VERSO

Pedro Jr. da Fontoura - CHAPÉUS DE PALHA

Pedro Jr. da Fontoura - CORAÇÃO ESTRADEIRO

Pedro Jr. da Fontoura - DEPOIS DO ÚLTIMO APITO

Pedro Jr. da Fontoura - HORIZONTES LARGOS

Pedro Jr. da Fontoura - REFLEXÕES PARA UM SOLO DE GUITARRA

Pedro Jr. da Fontoura - REFLEXÕES PARA UM SOLO DE GUITARRA

Pedro Luiz Bottari - GRINGO

Pompeo de Mattos - ÁGUA DA VIDA

Pompeo de Mattos - ANITA GARIBALDI

Pompeo de Mattos - BUGIO DA PALMEIRA

Pompeo de Mattos - CHIMARRÃO DE BARBAQUÁ

Pompeo de Mattos - COLONIZAÇÃO

Pompeo de Mattos - CONQUISTA

Pompeo de Mattos - CPI DO NARCOTRÁFICO

Pompeo de Mattos - CPMF

Pompeo de Mattos - DEPUTADO DE BOMBACHA

Pompeo de Mattos - ELA

Pompeo de Mattos - EU A LUA E O MAR

Pompeo de Mattos - EVOLUÇÃO

Pompeo de Mattos - FARROUPILHA E INDEPENDENTE

Pompeo de Mattos - GENEALOGIA

Pompeo de Mattos - HOMENAGEM À BRIZOLA

Pompeo de Mattos - HOMENAGEM À PORTO ALEGRE

Pompeo de Mattos - HOMENAGEM À RÁDIO GUAÍBA

Pompeo de Mattos - HOMENAGEM À SÃO GABRIEL

Pompeo de Mattos - HOMENAGEM À TRAMANDAÍ

Pompeo de Mattos - HOMENAGEM À UMA POETISA

Pompeo de Mattos - NATUREZA

Pompeo de Mattos - O TEMPO

Pompeo de Mattos - O TEMPO E O NATAL

Pompeo de Mattos - ODE À JAYME CAETANO BRAUN

Pompeo de Mattos - POEMA

Pompeo de Mattos - PRECE

Pompeo de Mattos - RECLAMAÇÃO

Pompeo de Mattos - REENCONTRO

Pompeo de Mattos - REMINISCÊNCIAS DE LIBERDADE

Pompeo de Mattos - REQUERIMENTO DA PILCHA

Pompeo de Mattos - RESPOSTA AO PORTALETE

Pompeo de Mattos - REVELAÇÃO

Pompeo de Mattos - RODEIO DE SANTO AUGUSTO

Pompeo de Mattos - SALÁRIO MÍNIMO

Pompeo de Mattos - TEMPORAL

Pompeo de Mattos - TITANIC

Pompeo de Mattos - TRIBUTO AO CORREIO DO POVO

Pompeo de Mattos - TRIBUTO AO PAYADOR

Pompeo de Mattos - UM CONVITE PARA O DEBATE

Pompeo de Mattos - XII FESTIVAL MUNDIAL DE PUBLICIDADE DE GRAMADO

Preto (PseudĂŽnimo) - CARISMA DE VENCEDOR

Preto (PseudĂŽnimo) - CAVALOS

Quecé Ortiz - O DOUTOR, PADRE E PEÃO

Rafael Alano Moraes - NATIVO DO BRASIL

Ramiro Amorim/Éder Goulart - CANTADOR

Ramiro Barcelos (Amaro Juvenal) - ANTÔNIO CHIMANGO

Raul Elwanger - PEALO DE SANGUE

Renan de Cordova Melo - GALPÃOZITO

RenĂȘ da Silva Nunes - MEU PALA DE SEDA

Ricardo Magalhães Mattos - PRIMEIRO BAILE GAÚCHO

Roberto Giordani - AO SUL DO MEU INTERIOR

Roberto Mara - PAMPA DO AMOR

Roberto Mara - VOLTANDO À QUERÊNCIA

Roberto OsĂłrio JĂșnior - HORIZONTES DO PAGO

Rodolfo Taruhn - DO MEU RANCHO NA SERRA

Rodrigo Bauer - O SONETO PELOS QUATRO ELEMENTOS

Rodrigo Goetten de Almeida - DOMA DE UM POTRO

Romeu Lemes Ozório/Carlinhos Lima - HERDEIROS DE SINA E GLÓRIA

Romeu Pitthan - CHURRASCO DE COSTELA

Romulo Furtado - PEQUENAS AMBIÇÕES DE UM GAÚCHO

Roque JosĂ© Oliveira - DÉCIMA REDONDA DE QUEM DOMA POTROS E BOIS

Ruben Alves Vieira - AH! SE OS POETAS FALASSEM DE FLORES

Ruben Alves Vieira - PELAS RUAS DA CIDADE

Ruben Alves Vieira - PRENDINHA

Ruben Sofildo da Silva - GAÚCHO

Ruben Sofildo da Silva - MEU PALA

Rui Cardoso Nunes - ALMA GAUDÉRIA

Rui Cardoso Nunes - REVENDO O PAGO

Ruth Farias Larré - NO BAILE

Ruth Farias Larré - VENDAVAL

Ruy Victorino Ramos - NO TÚMULO DE DANTON RAMOS

Sadi Rambo - BUGIO AMERICANO

Sadi Rambo - SONHO NOVO

Salvador Fernando Lamberty - BONECA DE PANO

Salvador Fernando Lamberty - LADRÃO DE FELICIDADE

Salvador Fernando Lamberty - PRENDA CRIANÇA

Salvador Fernando Lamberty - PRENDA SERRANA

Salvador Fernando Lamberty - PRENDINHA RIO-GRANDENSE

Salvador Fernando Lamberty - SOU GAÚCHA

Salvador Fernando Lamberty - VITÓRIA RÉGIA

Salvio Terra Marques - GENRO IGUAL A EU

Sandalio Santos - PARA DON JAYME, CON UN ABRAZO

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - CARTA ABERTA A UM MAGISTRADO

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - DOS MEMORIAIS DE UMA PORTEIRA ABERTA

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - DOS SONHOS QUE SE PERDERAM

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - HERANÇA TROPEIRA

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - PAISAGENS DO TEMPO

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - POR QUE RAZÕES NASCEM OS VERSOS

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - QUANDO ME ENCONTRO COM A VIDA ENTRE MEUS MATES

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - QUE BENDITOS SEJAM OS VERSOS!

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - RAÍZES DO TEMPO

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - TRIBUTO Á MEMÓRIA DO POETA

SebastiĂŁo Teixeira CorrĂȘa - UM RODEIO PRA DOM JAYME

Sedenir Oliveira - CHASQUE A DEUS

SĂ©rgio Carvalho Pereira - ALMA DE ESTÂNCIA E QUERÊNCIA

SĂ©rgio Carvalho Pereira - VOLUNTÁRIOS DO MARTÍRIO

Sergio Saretto - BAILE DE OCASIÃO

Sergio Saretto - QUANDO UM GAUDÉRIO ALÇA A PERNA

Sergio Saretto - ROMANCE DA MINHA LIDA

SĂ­lvio Costa - NO CAMPEAR DOS SONHOS

SĂ­lvio Genro - DESALAMBRADOS

SĂ­lvio Terra Marques - MULHER SEM HOMEM

SimÔes Lopes Neto - LENDA DO NEGRINHO DO PASTOREIO

Sttela Manson Tolotti - NEGRO HERÓI

Tadeu Martins - AI-AI-AI

Tñnia Maria Ferreira Gonzales - GAÚCHO

Teixeirinha - MEU VELHO PAI

Teixeirinha - VELHO CASARÃO

Telmo de Lima Freitas - DE VOLTA AO PAGO

Telmo de Lima Freitas - TRIBUTO A JAYME CAETANO BRAUN

Tonho Campos - MINHA PILCHA

Tukano Neto - ENTRE A LIDA E A SAUDADE (AS ESPORAS CONTAM O TEMPO)

Ubirajara Anchieta - O ARAME

Ubirajara Raffo Constant - AMIGOS

Ubirajara Raffo Constant - APEGO

Ubirajara Raffo Constant - ASSIM NOMÁS

Ubirajara Raffo Constant - AVÔ CAMPEIRO

Ubirajara Raffo Constant - CAMPEADOR

Ubirajara Raffo Constant - CAMPEIROS

Ubirajara Raffo Constant - CANTO NATALINO

Ubirajara Raffo Constant - CHINITA

Ubirajara Raffo Constant - CHIRÚ JARDIM

Ubirajara Raffo Constant - MOCITO

Ubirajara Raffo Constant - NA MISSA DO GALO

Ubirajara Raffo Constant - NOTURNO

Ubirajara Raffo Constant - PAIXÃO GAÚCHA

Ubirajara Raffo Constant - PAYADOR

Ubirajara Raffo Constant - PEALO FEIO

Ubirajara Raffo Constant - RETORNO BRAVO

Ubirajara Raffo Constant - ROMANCE DO TAPEJARA MORTO

Ubirajara Raffo Constant - RONDA DE TROPA

Ubirajara Raffo Constant - RUA DA MINHA INFÂNCIA

Ubirajara Raffo Constant - SEU ALÍPIO

Ubirajara Raffo Constant - SINHÁ RITA

Ubirajara Raffo Constant - SOLFEJO DE PRATA

Ubirajara Raffo Constant - SORRO

Ubirajara Raffo Constant - TASCA

Ubyrajar de Oliveira Henriques - PLANALTO COROADO

Ulisses de Arruda CĂłrdova - MULHER SERRANA

V.S. Coelho - ANDANTE

V.S. Coelho - APENAS UM CHASQUE

V.S. Coelho - BIOGRAFIA DE UM MISSIONEIRO

V.S. Coelho - BRUSCA MUDANÇA

V.S. Coelho - CARRASPANA

V.S. Coelho - CARRETA DE BOI

V.S. Coelho - CHOROSA MILONGA

V.S. Coelho - CONTEÚDO DE UMA CARTA

V.S. Coelho - DESENCANTO DA CIDADE GRANDE

V.S. Coelho - DESTREBUCHANDO O PASSADO

V.S. Coelho - DOM LAUDEGÁRIO

V.S. Coelho - ENTREVERO DE BAILANTA

V.S. Coelho - EU AMANHÃ

V.S. Coelho - FILOSOFANDO NO SOU

V.S. Coelho - GAÚCHO OU ESTRUME

V.S. Coelho - GUINADA

V.S. Coelho - HISTÓRIA DE UM CERTO BAILE

V.S. Coelho - INDAGAÇÕES

V.S. Coelho - INSTINTO DE CALAVEIRA

V.S. Coelho - MACETES

V.S. Coelho - MACHISTA E CIUMENTO

V.S. Coelho - MALA DE GARUPA

V.S. Coelho - MANÉCO FERRUJA

V.S. Coelho - MINHA MANIA

V.S. Coelho - MINHA RECEITA

V.S. Coelho - MINHAS RELÍQUIAS

V.S. Coelho - NA CALADA DA NOITE

V.S. Coelho - NEGRO VELHO GAITEIRO

V.S. Coelho - NUMA NOITE DE SETEMBRO

V.S. Coelho - OUTRA MARIANA

V.S. Coelho - PLAGEANDO O MANO LIMA

V.S. Coelho - QUANDO FUI E QUANDO VOLTEI

V.S. Coelho - QUANDO SENTEI PRAÇA

V.S. Coelho - REVIVENCIANDO OS MISSIONEIROS

V.S. Coelho - TCHÊ AMO

V.S. Coelho - TRADIÇÃO É COISA SÉRIA

V.S. Coelho - TRADIÇÃO, GROSSURA E COSTUMES

V.S. Coelho - TRIBUTO A CENAIR MAICÁ

V.S. Coelho - TRIBUTO A FRANCISCO VARGAS

V.S. Coelho - TRIBUTO A HONEYDE BERTUSSI

V.S. Coelho - TRIBUTO AO RIO DA MINHA INFÂNCIA

V.S. Coelho - UM CERTO DOMINGO

V.S. Coelho - UM NOVO CAMBICHO

V.S. Coelho - UM PINGO DE GENTE - EDUARDO DIAMANDÚ

V.S. Coelho - UM PINGO DE GENTE - THIÉRRY

V.S. Coelho - VERSOS DE REFLEXÃO

V.S. Coelho - VIRA LATA SARNENTO

V.S. Coelho - VÓ ANASTÁCIA

V.S. Coelho - XUCRA CONFISSÃO

V.S. Coelho - XUCRO OFÍCIO

Vaine Darde - DESPEDIDA NUMA NOITE DE AGOSTO

Vaine Darde - ELO QUEBRADO

Vaine Darde - ESSE TAL GURI DE RUA

Vaine Darde - LOUCA

Vaine Darde - LOUCO

Vaine Darde - MIMOSA

Vaine Darde - O VELHO

Vaine Darde - PAJADA PARA A LÍNGUA PORTUGUESA

Vaine Darde - PAR DE BOTAS

Vaine Darde - REFLEXÕES DE UM GAÚCHO

Vaine Darde - RÉQUIEM AO PAJADOR

Vaine Darde - SOB UM DESERTO DO SUL

Vaine Darde - SONATA EM SOL MAIOR PARA A DONA DAS MANHÃS

Vaine Darde - UM SONHO DE MENINA

Vaine Darte/Paulo Paim - NA MAGIA DO POEMA

Valdomiro de Almeida Souza - POEMA DO VETERANO

Valdomiro Mello - DIA DAS MÃES

Valdorion Klein - GENTE, TERRA E LIBERDADE

Valdorion Klein - IDÉIAS E VULTOS

Valdorion Klein - LIBERDADE

Valdorion Klein - PEABIRU CAMINHOS ETERNOS

Valdorion Klein - PRENDINHA MATEANDO

Valdorion Klein - VERTENTES DO MEU RIO

Valter Nunes Portalete - PEDAÇOS DE TODOS NÓS

Vargas Neto - CAMPEREADA

Vargas Neto - CHIMARRÃO

Vargas Neto - DIA DE VERÃO GAÚCHO

Vargas Neto - FACA

Vargas Neto - LANÇA DOS GUEDES

Vargas Neto - QUERO-QUERO

Vasco Mello Leiria - O CAVALO CRIOULO E O SONETO

Vasco Mello Leiria - PEÃO DE ESTÂNCIA

Vasco Veleda - ALMA CAMPEIRA

Victor G. Weiler - O INVERNO

Walter Spalding - PINHEIRO

Walter Spalding - TAPERAS

Wilson AraĂșjo - ESSÊNCIAS

Wilson Tubino - MISTERIOSA INFUSÃO

Xavier Valter Fritsch - ANSEIOS DE UM DESGARRADO

Xavier Valter Fritsch - CONTADOR DE CAUSOS

Xavier Valter Fritsch - DE MATUNGOS E GAITAÇOS

Xavier Valter Fritsch - JOÃO DAS FEIAS

Xavier Valter Fritsch - PASSAGEM

Xavier Valter Fritsch - PÊLO DURO

Xiru – JoĂŁo RebĂ©s - SALVE O 20 DE SETEMBRO

YĂ© e JosĂ© Ernesto Tavares - RASTRO DA HISTÓRIA

Zeno Cardoso Nunes - BRIGA DE TOUROS

Páginas: